A confirmação: Prefeitura de Nobres quer “vender” folha de pagamento

Depois de "torrar" perto de 800 mil reais na festa de aniversário do município, entre 27 de abril a 01 de Maio, vem á confirmação daquilo que já anunciamos, em edições anteriores, sobre a proposta de "vender" a folha de pagamento dos servidores municipais, ativos e inativos. A manobra, se é legal ou ilegal, vai depender do entendimento do Tribunal de Contas de Mato Grosso, que já deve ter sido consultado ou será consultado.
Chama a atenção, esse tipo de operação financeira ao apagar das luzes de um governo que se habituou a "torrar" dinheiro naquilo que representa apenas o foco político do atual prefeito, de buscar a reeleição a qualquer custo. O risco de se adquirir gato como sendo lebre em apenas seis de meses que restam da atual gestão só faz aumentar o tamanho da dívida pública, tema que o vereador Silvestre Campos (PR) vem abordando insistentemente.
E a quem cabe fiscalizar esse tipo de operação financeira, realizada bem abaixo do nariz de cada cidadão? Não se trata de desconfiança, mas a tentativa de se "fabricar" dinheiro em período de pré-campanha, só se o prefeito tiver a certeza de que vai ser reeleito e que terá como arcar com os custos da operação sob sua gestão.
Infelizmente, no âmbito municipal, está "tudo dominado" e quem tenta fiscalizar, sugere-se que sejam apenas cães a ladrar enquanto a caravana do tudo pode passa.
Vá ver se essa negociação será para resolver o problema das pessoas que chegam a caminhar até quatro kms no mato para chegar a beira da estrada para acompanhar o filho subir no ônibus escolar? A distância não seria tão preocupante como o risco de onça pelo caminho, felinos que já estão chegando às cidades.

Do: Tribuna de Nobres
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario