Dorileo reafirma projeto e confirma "assédio" de Mauro

O empresário Dorileo Leal, pré-candidato à Prefeitura de Cuiabá pelo PMDB, revelou, nesta terça-feira (22), que a cúpula do partido já foi procurada, em várias oportunidades, pelo empresário Mauro Mendes, num processo de articulação de apoio à sua candidatura ao Palácio Alencastro pelo PSB.

Segundo Dorileo, Mauro já conversou com o governador Silva Barbosa, principal líder do PMDB, e também consultou o senador Blairo Maggi, que lidera o PR em Mato Grosso, sobre a possibilidade de obter apoio ao seu projeto eleitoral, neste ano. 

“Realmente, houve muitas reuniões entre o Mauro, o senador Blairo e o governador Silval. Se os encontros agradaram o Movimento Mato Grosso Muito Mais e o senador Pedro Taques, eu não sei. Mas, se ele quer o apoio do PMDB, temos que saber; afinal para haver um entendimento, alguém tem que oferecer alguma coisa a alguém”, disse o empresário, em entrevista ao MidiaNews, após receber, na Câmara Municipal de Cuiabá, pela manhã, uma Moção da Aplauso pelos 22 anos no Grupo Gazeta de Comunicação, que ele dirige.

Dorileo Leal disse que a aproximação de Mauro Mendes com o PMDB não interfere no projeto da legenda. Ele observou que o socialista sempre revelou interesse em ter apoio do PMDB aos seus projetos políticos anteriores, mas que uma composição nesse sentido nunca avançou. Ele também fez questão de deixar claro que não pensa em fechar a porta para o pré-candidato do PSB.

“Essa negociação nunca avançou porque o PMDB tem o seu projeto. Querer, tentar não custa nada, né? Não me sinto ameaçado por nada, meu nome está colocado e queremos disputar para ganhar. Eu quero dizer o seguinte: candidato a vice nunca fui e não serei. Não há a mínima possibilidade”, afirmou.

Articulações e rachas

De outro lado, Dorileo Leal lembrou que, hoje, há um certo mal-estar no âmbito do "Movimento Mato Grosso Muito Mais" (PPS, PDT, PV e PSB), em relação a Mauro Mendes.

“Pelo que eu sei, a própria aliança não está informada de sua candidatura. No entanto, nós, que teoricamente somos adversários, estamos bem informados sobre o assunto. Eu tive uma reunião, ontem [segunda-feira, 21], como o Kamil,  e ele me disse que não tinha conhecimento oficial da candidatura do Mauro, mas garantiu que o nome dele está colocado também em Cuiabá”, afirmou Dorileo, se referindo ao presidente do diretório municipal do PDT e pré-candidato, médico Kamil Fares.

Sobre a instabilidade em relação a real participação de Mauro nas eleições de 2012 e dos comentários de que ele, na verdade, estaria mirando as eleições para Governo em 2014, Dorileo disse que, pelo que soube no cenário político, teria havido uma forte campanha para que a segunda opção ocorresse.

“Soube que houve um trabalho muito forte para que o Mauro não fosse candidato neste ano e se preparasse para 2014, quando teria o apoio do senador Blairo Maggi”, completou o empresário.

Nesta semana, conforme MidiaNews antecipou, o vereador e pré-candidato Lúdio Cabral (PT) anunciou que o PDT será seu parceiro na disputa eleitoral.

Ele e Kamil Fares também estiveram reunidos, por duas horas, na segunda-feira, e decidiram que serão aliados.



Do: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario