Homem cuida três vezes menos da casa do que a mulher


Mulher dedica quase o triplo do tempo do que o homem para cuidar da casa
R7
A mulher brasileira reserva quase três vezes mais tempo para cuidar dos afazeres domésticos que os homens. Uma pesquisa divulgada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) divulgado nesta quarta-feira (23) mostra que elas gastam 26,6 horas por semana com a casa, enquanto eles dedicam 10,5 horas semanais às mesmas tarefas.





Por dia, as mulheres gastam 3,8 horas com a casa, enquanto, entre eles, esse tempo cai para 1,5 hora. A pesquisa do instituto leva em consideração dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2009.

O Ipea afirma no estudo que, “devido às convenções de gênero existentes em nossa sociedade, que estabelecem lugares, papéis e identidades femininas e masculinas, cabe às mulheres a realização dos afazeres domésticos”.

— Apesar de todas as transformações em processo em variados campos sociais, como a educação e o mercado de trabalho, esta convenção se mantém praticamente inalterada.

Uma prova disso é o percentual de mulheres que disseram realizar alguma atividade doméstica. Nove em cada dez brasileiras com mais de 16 anos têm alguma tarefa doméstica para cumprir, enquanto apenas metade dos homens disse fazer algum tipo de afazer da casa.

O número médio de horas que o brasileiro gasta com os afazeres domésticos, seja ele homem ou mulher, diminuiu de 24,9 horas para 21,2 horas entre 2001 e 2009. A primeira suposição para a queda, segundo o Ipea, é o tempo que o brasileiro passa no trabalho.

— Parece razoável supor que homens e mulheres inativos dedicarão mais tempo aos afazeres domésticos que aqueles inseridos no mercado de trabalho e, entre estes, os ocupados e ocupadas supostamente dedicam menos tempo aos afazeres domésticos que aqueles que se encontram desocupados.

Outro ponto relevante é “a renda influenciaria o tempo dedicado aos afazeres domésticos numa relação negativa”. Grosso modo, quem ganha mais dedica mais tempo ao trabalho, enquanto quem ganha menos cuida mais da casa.

Para completar, a terceira suposição é de que “ter ou não ter filhos e o número de filhos também tem influência direta sobre o tempo despendido com afazeres domésticos”, segundo o Ipea. As mulheres com filhos, portanto, dedicam mais tempo à casa que outras sem filhos.
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario