Presidente admite que greve pode comprometer eleição


O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE), desembargador Rui Ramos, admitiu que a greve dos servidores do Poder Judiciário Feederal pode comprometer as eleições municipais. “Essa paralisação pode fazer com que pela primeira vez, pelo menos na história recente do país, não se realize a eleição do modo como planejado”, disse.

A partir das 18hs desta quarta-feira (4) os servidores montam acampamento em frente à Casa da Democracia, em Cuiabá, e permanecem até Às 19hs desta quinta (5), mesmo horário em que termina o prazo determinado pela legislação eleitoral para o registro de candidatura. Até o início da tarde desta quarta, apenas 89 candidatos de todo o Mato Grosso haviam apresentado a documentação para registro junto à Justiça Eleitoral.

Para tentar amenizar os impactos da greve, Ramos explica que remanejou servidores de outros setores do TRE e, por este motivo, não haverá sessão plenária nesta quinta.

Por: Gazeta Digital
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario