Júlio critica Ministério Público e Justiça: "Estão atrapalhando a Copa"

O deputado federal Júlio Campos (DEM) lamentou a decisão da Justiça Federal em suspender as obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), em Cuiabá e Várzea Grande.

Segundo ele, há suspeitas de que a decisão seja de cunho político, e de que o Ministério Público e a Justiça em Mato Grosso estariam em conluio na tentativa de atrapalhar asoibras da Copa do Mundo de 2014.

“Não é a primeira vez que isso acontece. Há até suspeitas de que esta é uma decisão política, no sentido de atrapalhar o bom andamento desta importante obra que vai ajudar e muito o transporte da população mais carente de Cuiabá, Várzea Grande e da baixada cuiabana”, afirmou.

De acordo com o parlamentar, o valor do novo sistema, de R$ 1,4 bilhão, se justifica. "É uma obra definitiva. Todos os países desenvolvidos da Europa têm VLT. É um sistema mais moderno que o sistema BRT”, disse.

Ele criticou os promotores e o juiz federal Marllon Sousa, que "são pagos para servir a população e só querem atrapalhar o desenvolvimento econômico-social e político de Mato Grosso".

“Lamentavelmente mais uma vez o Ministério Público de Mato Grosso e a Justiça tomaram decisão errada e pisaram na bola... Eles estão realmente atrapalhando o bom andamento das obras para a Copa”, disse.


Por: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario