Dissonantes em Nobres: rodoviária e empresa que nunca entrou em atividade


Rodoviaria_Nbs_640x480O município de Nobres, infelizmente, passa por um quadro administrativo crítico e de graves consequências, onde a cidade se apresenta desprotegida ou ao menos aparenta isso quando os cidadãos se mostram indignados com o descaso reinante e quem deveria dar as respostas não traz nenhum alento ao povo, que são os gestores públicos municipais. Que não se enganem as pessoas com a referência ao que se anuncia como gestores, porque são todos aqueles que foram votados nas urnas em outubro de 2.008.

O quadro econômico, que reflete sobre todos os demais no âmbito do poder público municipal, e ainda afeta a economia da cidade, se apresenta como um caos em crescente realidade. No palanque da oposição ao governo se anunciam as dívidas com o hospital conveniado em torno de 300 mil Reais.Rodoviaria_Nbs_2_640x480

Nas páginas de relacionamento social estão postadas fotos que revelam o estado de abandono da estação rodoviária da cidade de Nobres, com os sanitários em situação envergonhante. E sem água para a limpeza do patrimônio público, segundo um detentor de um dos boxes ali localizados. 

 "Todos que trabalham aqui na rodoviária municipal de Nobres, pagam seus impostos em dia, tais eles como alvará, e aluguel, todos os meses. ALGUÉM AJUDE-NOS!!!! A RODOVIÁRIA ESTA SUJA, SEM ÁGUA .....", a mensagem soa como um S.O.S Rodoviária diante da impassividade do governante.Fabrica_desmonte_640x360Adicione-se ao caos instalado, uma suposta venda de um barracão onde funcionária uma empresa de reciclagem de materiais plásticos que nunca entrou em atividade e que já está sendo desmontado, desde o dia 30 de agosto. O desperdício de dinheiro público ali é qualquer coisa que foge ao princípio básico da boa gestão administrativa. Foi mais de 500 caçambas de aterro para melhorar o nível do terreno, com o custo do transporte sendo custeado pelo município, o que se considera que foi dinheiro público desperdiçado.

O prefeito José Carlos da Silva nem se limita a divulgar nota com intuito de esclarecer a população sobre o caos instalado em sua gestão administrativa. Atualmente, se alguém quiser encontrar outrem do governo, basta frequentar a pizzaria da moda na cidade, onde todos usufruem das benesses que o poder oferece e quem paga essa conta é o contribuinte.

Já na cidade e o resto do município, onde estão aqueles que pagam os seus impostos, a estes, nenhuma satisfação e a "posse" clara do poder e do dinheiro do povo para gastanças mal explicadas. E o que é pior, não é pra ninguém falar ou comentar.

Tal realidade nos remete ao que teria comentado (em "off) um ex-prefeito ao cruzar com outro em uma das ruas da cidade de Nobres, "Olha companheiro, o 'cara' é mais ruim que nós dois juntos". E quem será que disse isso, se disse, de fato?

Estão aí os fatos que corroboram com o que disse ao seu interlocutor um ex-prefeito e a estação rodoviária é um cartão de "má vinda" ao município. Até quando, esse quadro absurdo e lamentável?  

Por: Tribuna de Nobres
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario