Mais de 200 câmeras vão monitorar Cidades

Mais de 200 novas câmeras de videomonitoramento serão instaladas em pontos estratégicos de Cuiabá e Várzea Grande. São equipamentos mais modernos, com sistema HD (imagens em alta definição), que proporcionam ao operador condições de detalhamento das situações visualizadas e para garantir mais tranquilidade à população e ao torcedor durante os jogos da Copa do Mundo de 2014 na Capital.

No 'trecho FIFA', que compreende áreas como aeroporto, hotéis, Centro de Treinamento, Fan Fest e Arena Pantanal, haverá 100% de cobertura das câmeras. “Ou seja, a delegação desembarcou no aeroporto e, para onde ela for, nesses locais dito oficiais, teremos o monitoramento pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública”, explicou o coordenador do Ciosp, tenente-coronel PM Eduardo Henrique de Souza.

Atualmente o Centro Integrado conta com 72 câmeras de videomonitoramento espalhadas nas duas cidades, e mais 12 câmeras do sistema Óptico de Reconhecimento de Caracteres (OCR), usado para checagem, em tempo real, de veículos que trafegam por Cuiabá e Várzea Grande. Além da ampliação do Sistema de Videomonitoramento em Cuiabá e Várzea Grande, o Ciosp será expandido e transformado em um grande Centro de Comando e Controle.

No local irá funcionar o monitoramento, atendimento, despacho e sala de crise, onde no período dos jogos estarão concentradas todas as entidades de segurança pública que vão agir e comandar a operação na rua, usando como suporte as câmeras e os meios de comunicação instalados no Centro. Hoje são oito postos de despachos e monitoramento, e até a Copa serão 24. Do Centro, os profissionais irão monitorar as áreas sensíveis, objetivando uma resposta imediata a qualquer incidente, garantindo um atendimento de qualidade para a população. 

Este ano, a Secretaria de Segurança Pública, por meio do Ciosp, testou um softwar usado nos Centros de Comando e Controle. O equipamento foi usado em um simulado de atendimento da polícia e bombeiro em ocorrências de trânsito, explosivo e sequestro, que aconteceu no dia 06 de junho deste ano, na avenida do CPA, em Cuiabá.

“Tivemos uma média muito boa de aprovação. Avaliamos o equipamento, a possibilidade e as condições com que ele trabalha, no que ele pode servir e quais são os seus limites. O fato é que sendo dessa empresa ou de outra, haverá durante a Copa um Centro de Comando e Controle e um softwar para ajudar essas pessoas que irão compor esse Centro a decidirem sobre as operações de rua”, disse o coordenador do Ciosp.

Por: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario