Obra do VLT provoca nova interdição na Av. Fernando Corrêa

Desvio que deverá ser utilizado pelos motoristas que seguirem do Centro para o Coxipó
Dentro dos próximos dias, mais uma interdição será feita na Avenida Fernando Corrêa da Costa. Desta vez, na altura do cruzamento da via com a Rodovia Palmiro Paes de Barros (MT-040), que liga Cuiabá ao Município de Santo Antônio do Leverger (27 km ao Sul). A previsão é de que a interdição seja feita até o dia 15 de dezembro.

O bloqueio total do trânsito será feito para que a construção do Viaduto da MT-040 tenha início. O viaduto integra o pacote de obras necessárias para a implantação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) na Capital e o projeto será executado pelo Consórcio VLT Cuiabá.

Segundo informações da assessoria da Secopa (Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo), o local já foi cercado para a montagem do canteiro de obras e a obra deverá ter início até a próxima semana.

Desvio


Após a interdição do trânsito no local, quem seguir pela Avenida Fernando Corrêa da Costa, no sentido Centro/Coxipó, deverá entrar à direita, na Rua 24 de Agosto, no bairro Vista Alegre (mais conhecida com a rua da Políclínica do Coxipó). Confira o mapa ao lado.

Nessa rua, o motorista deverá virar à esquerda e seguir pela Rua 13 de Maio, no mesmo bairro, cruzando a Avenida Palmiro Paes de Barros, entrando, em seguida, na Rua H-8, no bairro Jardim Nossa Senhora Aparecida, ao lado da Clínica Citodiagnóstico. 

Essa rua faz divisa com o bairro Jardim Buriti e passa, também, pelo Jardim Comodoro.

Seguindo por esse caminho, o motorista vai chegar à Rua 4, no bairro São José I, onde deverá acessar a Rua São José, até chegar, novamente, à Avenida Fernando Corrêa da Costa (ao lado do Motel Absinto).

Atraso

Segundo o cronograma apresentado pela Secopa (Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo), a obra deveria ter sido iniciada em setembro deste ano. 

Ainda de acordo com o calendário da pasta, apresentado em julho deste ano, o viaduto deverá ser entregue em março de 2013.

A obra


O viaduto rodoferroviário – a exemplo da obra que já está sendo feita na avenida, na altura da rotatória de acesso à UFMT (Universidade Federal Mato Grosso) – pertence ao Eixo 2 do VLT (Centro-Coxipó).

O viaduto terá aproximadamente 445 metros e será constituído de duas faixas de circulação por sentido, para o tráfego geral e a via central permanente para a circulação do VLT.

Segundo o anteprojeto apresentado pelo Consórcio VLT Cuiabá, o vão livre entre a base do viaduto e as alças da rotatória (projetada no entroncamento da Avenida Beira Rio) deverá ser de 5,5 metros.
O objetivo, com esse espaço, é permitir a passagem de veículos de grande porte sob a base do viaduto.
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario