Secopa não entregou nenhuma obra; 55% da Arena foi feita

A 500 dias do início da Copa do Mundo de 2014, nenhuma das obras previstas para Cuiabá foi finalizada. No entanto, o Governo do Estado, por meio da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), garante que todas os trabalhos serão concluídos com êxito até março de 2014 – a apenas três meses do evento.

Como o MidiaNews antecipou há uma semana, 12 das 24 obras que estão em andamento na Capital e em Várzea Grande estão com menos da metade dos serviços concluídos.

Entre as obras que se encontram em andamento na área metropolitana da Capital, estão a Arena Pantanal, a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) – que já tem quatro obras em execução, mas cujo progresso é avaliado em conjunto –, as construções de mobilidade urbana (10) e do pacote de Travessia Urbana (6), a construção dos Centros Oficiais de Treinamento (1) e reparos e adequações no entorno da Arena (5).

Segundo a Secopa, além da falta de mão-de-obra, a existência e necessidade de remoção de interferências inesperadas (redes de saneamento básico, abastecimento de água, energia e telefonia celular) e a mudança nos projetos das obras por parte das empreiteiras são os principais obstáculos enfrentados pelas empreiteiras.

Edson Rodrigues/Secopa
Viaduto do Despraiado: obra é a mais adiantada do pacote de Travessia Urbana
Mesmo assim, o secretário da Copa, Maurício Guimarães, avalia como "positivo" o ano de 2012 e garante que o Estado vai inaugurar até três obras por mês, a partir de fevereiro próximo.

Travessia Urbana


Entre as obras que mais preocupam a população, estão os viadutos e trincheiras que compõem o pacote de Travessia Urbana, resultado de uma parceria entre o Governo do Estado e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Essas obras estão sendo erguidas ao longo das avenidas Miguel Sutil, Fernando Corrêa da Costa (Cuiabá) e Dom Orlando Chaves (Várzea Grande) e impactaram diretamente a vida da população e dos comerciantes das regiões onde estão situadas, alterando o trânsito e o ritmo de vida das pessoas.

Dentre elas, a única obra que já alcançou a marca de 50% é o Viaduto do Despraiado, previsto para ser entregue em maio deste ano, ao custo de R$ 18,9 milhões.

Arena Pantanal


Segundo o cronograma elaborado pela Secopa e repassado com exclusividade para o MidiaNews, a obra mais adiantada na Capital se trata da Arena Pantanal, prevista para ser concluída até outubro deste ano e que já atingiu um custo global de R$ 518,9 milhões.

Com 55% das obras concluídas, o estádio passou pela segunda inspeção técnica da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e do Comitê Organizador Local (COL), no último sábado (26), e foi, novamente, alvo de elogios.

A arena deverá receber mais uma visita em setembro deste ano e, antes do torneio, passará por dois eventos-testes: um show e um amistoso da Seleção Brasileira.

Divulgação
VLT: projeto interno está pronto, mas obras de implantação ainda não chegaram à metade
VLT


Com quatro das 12 obras de arte (pontes, viadutos e trincheiras) já em andamento em Cuiabá e Várzea Grande, o Consórcio VLT Cuiabá está com 22% dos trabalhos concluídos, segundo dados da Secopa.

No total, o pacote para implantação do novo modal de transporte em Cuiabá e Várzea Grande custa R$ 1,477 bilhão.

Já estão sendo executadas as construções dos viadutos da UFMT e da MT-040, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, e da Sefaz, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA).

Além disso, também está em andamento a construção da Trincheira do Km Zero e a implantação da rede permanente do VLT ao longo da Avenida João Ponce de Arruda, em Várzea Grande.

Entorno da Arena


As obras do entorno da Arena Pantanal, necessárias para viabilizar e facilitar o acesso ao estádio, principalmente nos dias de jogos do Mundial de 2014, também não estão adiantadas.

Das cinco obras em execução, a única que já está próxima de ser finalizada é a ponte que está sendo construída sobre o Rio Pari. Com 90% dos trabalhos concluídos e orçada em R$ 2,9 milhões, ela deverá ser entregue pela empresa Atrativa Engenharia Ltda. em fevereiro deste ano.

Também está avançada a obra de construção da Trincheira da Ciríaco Cândia/Mário Andreazza, com 65% dos serviços prontos, com custo de R$ 5,2 milhões aos cofres públicos. A previsão é que seja entregue em março deste ano pela Ster Engenharia.

Edson Rodrigues/Secopa
COT de Várzea Grande: obras acabaram de ter início; apenas 3% foram executados
Mobilidade Urbana


Das dez obras de mobilidade urbana que estão sendo executadas na Capital, seis já estão com mais de 90% dos trabalhos concluídos, todas com previsão de entrega entre fevereiro e novembro de 2013.

Uma delas, inclusive, já consta como concluída no cronograma, mas ainda não foi inaugurada pelo Governo do Estado: a ponte sobre o Rio Gumitá, que custou R$ 863,6 mil aos cofres públicos.

COTs

Antes previstos para serem três unidades, os centros de treinamento que serão construídos com vistas à Copa do Mundo ainda estão na fase inicial. Um deles será construído em Cuiabá, no campus da UFMT, e um em Várzea Grande, na Barra do Pari.

Destes, apenas o canteiro de obras de Várzea Grande já está sendo movimentado, com 3% dos trabalhos já realizados. Orçada em R$ 25,5 milhões, a previsão é de que essa obra seja entregue pelo Consórcio Barra do Pari em dezembro deste ano.

Aeroporto


As obras da terceira etapa de ampliação e adequação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, orçado em R$ 77 milhões, já tiveram início.

Com a ampliação, o terminal irá passar dos atuais 5,46 mil m² para 13,2 mil m². Com isso, a capacidade do terminal também deverá dobrar, passando de 2,5 milhões para 5,7 milhões de passageiros por ano.

O aeroporto irá ganhar pontes de embarque e irá passar por obras de adequação das vias de serviço da área restrita, além de instalação de novas sinalizações horizontais no pátio de aeronaves. Também estão previstas nessa obra a reforma, adequação e ampliação do acesso viário e expansão do estacionamento de veículos.

Obras no papel


Ainda terá início a preparação da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), espaço que será ocupado pelo Fan Park.

Além disso, outras três obras ainda devem ser iniciadas na Capital. Elas estão em fase de licitação e contratação das empresas responsáveis.

São elas: restauração e duplicação da Avenida Arquimedes Pereira Lima, conhecida como Estrada do Moinho, cuja licitação teve início em novembro de 2012; construção do Centro de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que teve o edital lançado em dezembro de 2012; e construção da Avenida Parque do Barbado, que terá a obra iniciada no próximo mês.

Confira abaixo o cronograma de execução das obras em andamento para a Copa de 2014:


Obra
Empresa contratada
Situação de progresso (%)
Valor total da obra
Previsão de entrega
Arena Pantanal
Consórcio Santa Bárbara-Mendes Júnior
55%
R$ 518,9 milhões
Outubro de 2013
Travessia Urbana




Viaduto Dom Orlando Chaves
Sanches Tripoloni
2%
R$ 16.723.705,93

Setembro de 2013
Trincheira Santa Rosa
Ster Engenharia
25%
R$ 23.374.107,80

Setembro de 2013
Trincheira Verdão
Ster Engenharia
35%
R$ 19.968.950,54

Setembro de 2013
Trincheira Jurumirim
Consórcio Sobelltar-Secopa
30%
R$ 39.345.540,47
Novembro de 2013
Viaduto do Despraiado
Consórcio Atracon
50%
R$ 18.974.928,43
Maio de 2013
Complexo Viário do Tijucal
Consórcio EEF
18%
R$ 30.141.135,72
Janeiro de 2014
Veículo Leve sobre Trilhos
Consórcio VLT Cuiabá
22%
R$ 1,477 bilhão
Março de 2014
Trincheira do Km Zero
-
-
-
-
Viaduto da Sefaz
-
-
-
-
Viaduto da UFMT
-
-
-
-
Viaduto da MT-040
-
-
-
-
Mobilidade Urbana




Duplicação da Rodovia Mário Andreazza
Agrimat Engenharia
25%
R$ 22.003.978,00

Novembro de 2013
Duplicação da Ponte sobre o Rio Cuiabá (Mário Andreazza)
Atrativa Engenharia Ltda
90%
R$ 11.485.299,00

Novembro de 2013
Duplicação da Avenida Juliano Costa Marques
Engeglobal Construções Ltda
98%
R$ 2.436.589,99

Fevereiro de 2013
Ponte sobre o Córrego Gumitá
Base Dupla Serviços e Construção Civil
100%
R$ 863.639,96

Concluída
Pavimentação da Avenida Camboriú/Rua Cabeceiras
Construtora Nhambiquaras Ltda
98%
R$ 2.083.859,58

Fevereiro de 2013
Pavimentação da Avenida Itaparica
Dínamo Construtora Ltda
17%
R$ 1.674.419,63

Maio de 2013
Prolongamento da Avenida dos Eucaliptos
Base Dupla Serviços e Construção Civil
90%
R$ 1.727.813,99

Fevereiro de 2013
Ponte sobre o Rio Coxipó (Rua dos Eucaliptos)
CIBE
95%
R$ 3.994.333,33

Fevereiro de 2013
Ligação das avenidas Antônio Dorilêo e Beira Rio
Três Irmãos Engenharia Ltda
25%
R$ 7.884.001,60

Maio de 2013
Ponte sobre o Rio Coxipó (Avenida Antônio Dorilêo)
Atrativa Engenharia Ltda
94%
R$ 5.156.718,23

Maio de 2013
Obras no entorno da Arena




Pavimentação de ruas diversas
Três Irmãos Engenharia Ltda
12%
R$ 2.684.349,30

Maio de 2013
Restauração de ruas diversas
Três Irmãos Engenharia Ltda
-
R$ 10.168.145,03

Julho de 2013
Trincheira Ciríaco Cândia/Mário Andreazza
Ster Engenharia
65%
R$ 5.238.811,52

Março de 2013
Duplicação da Estrada da Guarita
Agrimat Engenharia
25%
R$ 29.220.521,04

Novembro de 2013
Ponte sobre o Rio Pari
Atrativa Engenharia Ltda
90%
R$ 2.911.105,65

Fevereiro de 2013
COT




Barra do Pari
Consórcio do Pari
3%
R$ 25,5 milhões

Dezembro de 2013




Por: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario