Acusado de vender CNHs e de praticar assaltos é assassinado

O vendedor Mário Márcio Souza da Silva, de 33 anos, foi executado com seis tiros que atingiram costas e braços quando ele pilotava uma motocicleta Honda Suzuki 1000 cilindradas pela avenida principal do bairro Souza Lima, em Várzea Grande.

O assassinato ocorreu por volta das 19h de ontem (11). Testemunhas disseram que, ao diminuir a velocidade, num quebra-molas, dois ocupantes de outra moto se aproximaram e o que estava atrás atirou seis vezes, acertando todas.

A vítima ainda andou cerca de 100 metros até cair por cima da moto. Mario Márcio é suspeito de participar de diversos crimes, entre eles, venda de Carteira Nacional de Habilitação e roubo de caixa eletrônico.

Segundo policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, o crime seria um acerto de contas. Mário Márcio chegou a ser preso no dia 23 de dezembro, no Jardim Marajoara, onde reside, com um fuzil 762mm, além de um radiocomunicador na frequência da PM e outros objetos de origem duvidosa.

O que chamou a atenção, na ocasião, foram as diversas cópias de documentos de várias pessoas. Uma das suspeitas é de que na casa funcionaria uma “fábrica” de CNHs falsas. Ele estava em liberdade condicional.

Por: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario