Droga era vendida via ‘Disk-Pó’ com entrega em domicílio


A comercialização dos entorpecentes era feito na região do Cristo Rei, em Várzea Grande. A informação partiu de uma denúncia anônima na madrugada desta quinta-feira (14). A entrega era feita em domicílio, sendo aceito até mesmo cheque no pagamento.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do 25º Batalhão de Polícia Militar, as informações são de um estabelecimento comercial – Rádio Taxi – funcionava como ponto de venda de entorpecentes. Ainda segundo denuncias, um dos mototaxistas teria saído para realizar uma entrega na Avenida Dom Orlando Chaves. 

Dessa forma, os policias militares foram até o local indicado e conseguiu abordas o suspeito. José Amarilio de Campos de 46 anos foi revistado e com ele foram encontradas quatro trouxinhas de entorpecentes. Questionado, ele confirmou a comercialização da droga.

Já no estabelecimento comercial de rádio taxi, os encontraram mais 15 trouxinhas de pasta base, papéis utilizados no embalo, tocas Cds, rádios de comunicação portátil similares aos utilizados pela Polícia Militar e R$ 134 reais em dinheiro trocado. o suspeito foi encaminhado para à Central de Flagrantes. 

Por: Olhar Direto
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario