Soldado da PM é preso acusado de comandar assaltos

Policiais militares desarticularam uma quadrilha que era chefiada por um soldado PM do 9º Batalhão e fazia "arrastão" em estabelecimentos comerciais, na região central de Várzea Grande. 

Além do soldado V.D.P., de 25 anos, os policiais prenderam mais quatro suspeitos – sendo um deles A.T.F., de 18 anos, reconhecido como um dos participantes do arrastão. 

Foram presos mais três suspeitos. Com eles, os militares apreenderam uma pistola calibre 380mm, de uso restrito das forças de segurança.

Segundo os policiais, o bando havia assaltado uma lanchonete, na noite de sábado (25), e uma distribuidora de água e gás, no início da tarde do domingo (26). 

O número de assaltos, no entanto, ainda pode ser maior porque algumas vítimas ficaram de registrar o boletim de ocorrência, nesta segunda-feira (27).

A prisão da quadrilha ocorreu no domingo, por volta das 16 horas, num clube na região do Engordador, na zona rural de Várzea Grande. 

A PM recebeu a denúncia de que os suspeitos do assalto a uma distribuidora de água e gás no bairro Costa Verde estavam escondidos no local, incluindo um Fiat Uno escuro, usado na fuga.

Assim que chegaram, os PMs localizaram A.T., que tentou se esconder, mas acabou confessando a participação no assalto no bairro Costa Verde. 

Ele disse que havia mais dois integrantes do bando escondidos no clube. Lá, os PMs prenderam o restante da quadrilha.

Os policiais localizaram a proprietária da distribuidora, que reconheceu o PM como sendo a pessoa armada e A.T.,o cúmplice que o acompanhava. 

No carro, havia mais dois integrantes do bando dando apoio.

Conforme a comerciante, o assalto ocorreu no início da tarde, após o PM e A.T. invadirem o local e exigirem todo o dinheiro do caixa. 

A dupla fugiu levando menos de R$ 200 em dinheiro e outros pequenos pertences. Uma pessoa que passava na rua anotou as placas do carro e as repassou para a Polícia.

Na Central de Flagrantes, os policiais receberam a informação de que o bando poderia ter participado do assalto a uma lanchonete, no sábado à noite, no bairro Nova Várzea Grande. 

As vítimas foram chamadas e reconheceram o PM, a arma apreendida e A.T. como autores do assalto. Na fuga, ele usaram o Fiat Uno escuro.

Na delegacia, o policial militar foi autuado em flagrante por roubo. 

Lotado no 9º Batalhão, ele tem cinco anos de corporação. Ele é filho de um coronel aposentado da PM.


Por: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario