Acabar com os partidos políticos seria a solução?

Algumas pessoas, inclusive um senador da República, estariam propondo acabar com os partidos políticos. Seria esta a solução?
Nos Estados Unidos da América, ao contrário do que se diz, existem vários partidos. Evidentemente que dois (Republicano e Democrata) são dominantes e dominam o sistema eleitoral nacional e o fazem porque criaram sistemas para dificultar o crescimento dos menores.
No Brasil a Constituição Federal, através do legislador constituinte, escolheu prestigiar o pluripartidarismo e o fez de forma acertada porque quando de sua elaboração não podemos nos esquecer que estávamos saindo de um duro e cruel sistema ditatorial que custou muito caro para muitos cidadãos brasileiros.
Gostaria de propor uma reflexão para você internauta que me acompanha aqui neste blog: se com o pluripartidarismo a situação política do Brasil está como está, imagine se tivéssemos que escolher apenas entre dois, como é nos EUA? Será que ficar subordinado à decisão, ideias e pensamentos de apenas dois grupos políticos não seria muito pior?
Dar oportunidade para todos, inclusive para o crescimento dos pequenos, é o espírito que paira no coração do brasileiro.
Assim está consagrado na Constituição brasileira em seu artigo 17:
Art. 17. É livre a criação, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos, resguardados a soberania nacional, o regime democrático, o pluripartidarismo, os direitos fundamentais da pessoa humana e observados os seguintes preceitos:
I - caráter nacional;
II - proibição de recebimento de recursos financeiros de entidade ou governo estrangeiros ou de subordinação a estes;
III - prestação de contas à Justiça Eleitoral;
IV - funcionamento parlamentar de acordo com a lei.
Seria bom que o brasileiro pesquisasse antes de decidir, inclusive e principalmente no período eleitoral.
Assim votaríamos mais conscientes e de forma mais responsável.
Por: Marcos Pereira
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario