GCCO prende mais um integrante de quadrilha que assaltou cooperativa em Nobres

Mais um autor do roubo à Cooperativa do Sicredi, ocorrido em Nobres (146 km ao Médio-Norte), foi preso no início da noite de segunda-feira (23.05), no bairro Pedra 90, em Cuiabá. Policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil prenderam o acusado Joas Santos Bruno, 18, que estava com mandado de prisão preventiva em aberto pela prática do crime.

O acusado estava sendo monitorado por policiais do GCCO e foi preso quando saia da residência da irmã, no bairro Pedra 90, em Cuiabá. A irmã de Joas é casada com Ulisses Batista da Silva, 29, conhecido por “Negão”, também apontado como um dos autores do Crime. Ele teve seu mandado de prisão cumprido por policiais do GCCO, no dia 23 de maio, quando chegava ao Fórum da Capital.

O inquérito policial do assalto praticado em janeiro deste ano, na modalidade “Sapatinho” - quando a família do gerente é feita refém – foi concluído no começo de abril passado pelo delegado chefe do GCCO, Flávio Henrique Stringueta, que indiciou cinco pessoas, nos crimes de extorsão mediante sequestro e formação de quadrilha.

Além dos acusados Joas e Ulisses, foram indiciados no inquérito Heverlon Rodrigues Campos, o “Pepe”, apontado como o líder da quadrilha que planejou o assalto, sua mulher, Laura Carla Figueiredo Torres, 21, e Paulo Terra Júnior, que dividia uma casa com Joas, em Nobres.


MT AGORA
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario