Professores decidem se aceitam proposta do Governo do Estado

Os professores da rede estadual vão avaliar, em assembleia-geral da categoria marcada para a tarde desta sexta-feira (20), na Escola Estadual Presidente Médici, no bairro Araés, se aceitam ou não a proposta formalizada pelo Governo para encerrar a greve.

Iniciada no dia 12 de agosto, a greve já é a mais longa, dos últimos 12 anos, na rede estadual de ensino. 

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) entregou a proposta da administração estadual aos líderes do movimento, no acampamento do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), ao lado do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na noite de quarta-feira (18). 

"O salário inicial de um professor de Educação Básica com 30 horas semanais é de R$ 1.569,18. Caso tenha doutorado, no fim da carreira se aposentaria com R$ 5.738,45"


Conforme o documento, o Governo assegura ganho real de 5% em maio de 2014, mais 6% em 2015 e 7,69% anuais, de maio de 2016 a maio de 2023. 

Outro ponto proposto é aplicar 1/3 da hora-atividade aos professores contratados em 2014, metade em 2015 e a totalidade em 2016. 

Isso significa dizer que, em três anos, um professor interino terá o mesmo benefício de um professor de carreira, com 30 horas aulas semanais.

O salário inicial de um professor de Educação Básica com 30 horas semanais é de R$ 1.569,18. 

Caso tenha doutorado, no fim da carreira, se aposentaria com R$ 5.738,45, um dos menores salários, conforme a tabela salarial do funcionalismo público, disponível no site da Secretaria de Estado de Administração. 

Nesta greve, o Sintep trouxe como pontos de reivindicações a posse dos aprovados no concurso público, novo concurso público, aumento do poder de compra de educadores, a garantia de hora-atividade para interinos, a melhoria na infraestrutura de escolas e a aplicação de 35% dos recursos para a Educação.

O presidente do Sintep, Henrique Lopes do Nascimento, preferiu não fazer juízo de valor em relação a proposta do Governo. 

Ele disse apenas que os itens apresentados não contemplam as reivindicações do sindicato. Contudo, é uma alternativa que pode ser aceita ou não pela categoria.


Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario