Detran vai aumentar em 60% a taxa de emplacamento no MT

A partir da próxima segunda-feira (21), o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) vai passar a cobrar a nova taxa de emplacamento, em média, 60% mais cara do que a atual, no caso de motocicletas. 

O valor deve subir dos atuais R$ 70 para R$ 116.

No caso dos veículos, o aumento será de 40%, saltando dos atuais R$ 120 para R$ 170. 

"O aumento se deve à tecnologia alemã aplicada nas placas com um novo sistema de emplacamento, que conta com código de barras"


Segundo a diretoria, o aumento se deve à tecnologia alemã aplicada nas placas com um novo sistema de emplacamento, que conta com código de barras. 

A medida visa a evitar clonagem de veículos, roubos e furtos.

As novas placas serão feitas pelos detentos do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) e parte dos recursos obtidos com o trabalho será encaminhada para a família deles. 

O Detran firmou convênio com a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac). 

A cada R$ 170 pagos, um real será destinado a APAC, um real para a Fundação Nova Chance, R$ 70 para a Empresa Mato-grossense de Placas Veiculares (EMPV) e R$ 98 para a Associação de Fabricantes de Placas Veiculares de Mato Grosso (AFPV).

Na base do Detran, há cerca de 1,5 milhão de veículos. Só terão que trocar de placas os veículos zero quilômetro, ou nos casos de troca de categoria ou de localidade. 

Com isso, dois tipos de placas passam a circular no Estado.


Texto e Foto: Débora Siqueira
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario