Polícia Civil pode expulsar agentes acusados de corrupção

A Corregedoria Geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso deu parecer favorável à demissão de três investigadores da instituição, que respondem a processo criminal na Justiça Estadual.

Segundo informações da assessoria, W.A.M, P.S.B. e A.L.A.L. estavam lotados em Nova Bandeirantes (1.020 km ao Norte de Cuiabá) e se encontram afastados do serviço desde 2012, por decisão da Justiça.

Os três policiais respondem criminalmente pela prática de extorsão a madeireiras e corrupção e, de acordo com a Policia Civil, ainda não houve condenação na esfera judicial.

A decisão da Corregedoria foi publicada no Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (31), estabelecendo o prazo de 15 dias para os acusados apresentarem recurso contra a decisão, que agora segue para o Conselho Superior da Polícia Judiciária Civil.

O inquérito que apura a conduta dos investigadores foi instaurado no dia 1º de dezembro de 2011 e finalizado na última terça-feira (29). 

Como o paradeiro de um deles é desconhecido, é necessária a publicação da decisão para a citação das partes.

A assessoria informou, ainda, que cabe agora ao Conselho da PJC acatar a pena definida pela Corregedoria ou diminuí-la.

Na sequência, o parecer segue para avaliação do secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, da Procuradoria Geral do Estado e, em seguida, do governador Silval Barbosa (PMDB).


Por: LISLAINE DOS ANJOS
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario