Rogério Ceni ataca Globo em rodada marcada por protestos no Campeonato Brasileiro

A 34ª rodada do Brasileirão não ficou só marcada pelo título do Cruzeiro. Após o apito inicial de todas as partidas, os jogadores cruzaram os braços por cerca de um minuto para fazer coro com as reinvindicações do Bom Senso F.C.

Após a vitória por 2 a 0 do São Paulo contra o Flamengo, Rogério Ceni defendeu os interesses do grupo e criticou a Globo. Para o goleiro, o futebol, tão importante no País, tem que ter as rodadas desmembradas.

— Por que a Globo não pode ter jogo de segunda-feira? O futebol para o País, dá audiência todo dia. Os atletas se predispõem a ajudar, a jogar. Só não pode jogar quarta, domingo, quarta, domingo. Podemos desmembrar uma rodada no fim de semana.

O goleiro fez questão de ressaltar que o movimento é pelo bem dos atletas, não apenas para fazer política e mandou recado direto para a emissora.

— E não é nada político. Se tiver algo político nesse movimento um dia, eu sou o primeiro a ir embora. Mais importante é que isso aqui tem uma conotação muito maior do que imaginam. Acho que o que agente defende é algo muito importante para todo mundo. É para vocês [jornalistas], para mídia, imprensa, Rede Globo de televisão, que paga os direitos.

São Paulo e Flamengo seguiriam a manifestação lançada pelo grupo do Bom Senso F.C. de cruzar os braços por um minuto depois que a partida da última quarta-feira (13) começasse.

No entanto, o árbitro Alício Pena Junior ameaçou punir ambas as equipes com cartões amarelos caso decidissem pelo protesto.

A maneira que os times utilizaram para protestar, portanto, teve que ser improvisada, e os jogadores ficaram lançando bola de um lado para o outro do campo durante quase um minuto. Alício ficou correndo de um lado para o outro, mas sem interromper.

Assisto abaixo ao vídeo que mostra o protesto de são-paulinos e flamenguistas:
Por:R7.com
   
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario