O correios de Nobres foi assaltado novamente. Os assaltantes conseguiram fugir

Três homens armados assaltaram a agência dos correios no município de Nobres (141 km da capital) na tarde de quinta-feira (20) ás 16h51H. Segundo consta no boletim de ocorrência registrado pela polícia militar relatou que os assaltantes chegaram armados na agência e logo anunciaram o assalto, renderam os clientes e funcionários e foram recolhendo todos os pertences como carteiras, celulares, cheques e o dinheiro do caixa.

Os assaltantes não contentes com o pouco dinheiro roubado ameaçaram o gerente da agência, e obrigaram que o cofre fosse aberto.

A Policia Militar foi solicitada via 190, segundo o capitão Rodes nos informou que ao chegarem ao local constataram que os assaltantes obterão êxito na fuga. O valor roubado ainda não foi calculado pelo gerente da agência até o fechamento desta edição.

Segundo o delegado de polícia de Nobres, Eder Clay Santana Leal, as investigações irão continuar com o objetivo de identificar e localizar os assaltantes. "A suspeita é que os acusados tem apoio de outras pessoas para a ação criminosa, que deveriam estar nas proximidades do local”.

Outro lado


A agência não possui porta giratória, que neste caso poderia ter evitado a entrada dos marginais na agência.
Graças ás portas giratórias, em 10 anos o equipamento ajudou a reduzir em 82% o número de assaltos nas agências bancárias de todo o país: em 2000 foram 1.903 assaltos enquanto que em 2010, o índice caiu para 337, 82% a menos.

21 de Novembro de 2013


No dia 21 de novembro a agência também havia sofrido com uma tentativa de assalto, mas graças agilidade dos funcionários, conseguiram ligar para policia no momento em que o assalto estava sendo consumado. Os acusados Jhonatan Lucio Neves, 25, e Odenil Cena Juvenal, 31, se entregaram após cerca de 40 minutos de negociação com a polícia. As vítimas, que foram mantidas reféns, foram liberadas. 

Da redação
Foto: Arquivo
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

1 comentários :

ronys martins disse...

Quantos assaltos ainda terão que ocorrer para que a empresa tome providências?

Postar um comentário

Deixe seu Comentario