Operário da Arena Amazônia sofre grave acidente

Na manhã desta sexta-feira (7), a Arena da Amazônia, palco para a Copa do Mundo de 2014, foi protagonista de uma tragédia. O operário José Pita Martin, de 55 anos, sofreu um grave acidente de trabalho e foi encaminhado para o Pronto Socorro 28 de Agosto, em Manaus.
O trabalhador estava desmontando um dos guindastes da cobertura da Arena quando uma peça atingiu sua cabeça. Apesar da gravidade do acidente, o operário tem um quadro de saúde estável.
De acordo com a assessoria de imprensa da Andrade Gutierrez, construtora à frente da obra, o funcionário pertence a uma empresa terceirizada, que é a responsável pela estrutura metálica do estádio.
O operário foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no próprio canteiro de obras e depois encaminhado para o Pronto Socorro 28 de Agosto, e, em seguida, foi transferido para o Hospital Pronto-Socorro João Lúcio, localizado na zona leste da capital.

Miguel Capobiango, coordenador da UGP Copa, afirmou que o acidente não irá alterar o cronograma das obras do estádio, pois o fato ocorreu na área do sambódromo.

Visita cancelada

A Arena passaria na manhã desta sexta-feira (7), por uma inspeção comandanda por Omar Aziz, governador do estado, junto com vereadores e deputados estaduais, mas após o acontecido, a visita foi cancelada.

Acidente não foi o primeiro

No ano passado, a Arena de Manaus já havia sido o cenário de duas tragédias. No dia 28 de março, o operário Raimundo Nonato Lima Costa morreu após ter caído de uma altura de aproximadamente cinco metros, após tentar subir em um andaime.

No fim do ano passado, no dia 14 de dezembro, o trabalhador Marcleudo de Melo Ferreira, de apenas 22 anos, caiu de um guindaste que estava erguido numa altura de 40 metros. O jovem operário também não resistiu e acabou falecendo.

Por: R7.com
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario