Ministério da Saúde suspende repasse para Nobres e mais 33 cidades de MT

O Ministério da Saúde suspendeu a transferência de recursos de Componentes de Vigilância Sanitária em Saúde para 1.027 municípios que não cadastraram serviços de vigilância sanitária no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

Os atrasos são de janeiro a abril de 2014, e Mato Grosso possui 34 municípios, incluído Cuiabá, na lista, de acordo com a portaria publicada, hoje (2) no Diário Oficial da União. 

Acorizal, Apiacás, Barão de Melgaço, Cáceres, Chapada dos Guimarães, Confresa, Cuiabá, Curvelândia, Denise, Diamantino, Figueirópolis D'Oeste, Glória D'Oeste,Guiratinga, Indiavaí,Jaciara, Jauru, Mirassol d'Oeste, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Nova Bandeirantes, Nova Brasilândia, Nova Canaã do Norte,Nova Guarita, Nova Santa Helena, Nova Xavantina, Novo Horizonte do Norte,Novo Santo Antônio,Novo São Joaquim, Santa Carmem, Santa Terezinha, Tabaporã, Tangará da Serra, Vila Bela da Santíssima Trindade.

A vistoria foi realizado em 25 março de 2014 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), responsável pelo monitoramento da regularidade da alimentação das informações no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES), e do Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS). 

Os monitoramentos são realizados com frequência para manutenção do repasse dos recursos.


Por: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario