Promotor de Justiça se recusa a fazer bafômetro em Cuiabá

O promotor de Justiça Marcos Regenold teve sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) apreendida, na noite desta quarta-feira (16), após se recusar a fazer um teste de bafômetro.

Ele foi abordado por uma blitz na Praça Popular, em Cuiabá. Segundo um delegado de polícia, o promotor apresentava sintomas de embriagues.

O promotor, que atua no Gaeco, foi notificado por "dirigir sob a influência de álcool". 


Por: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario