PF identificou autores de vídeo contra juíza, diz Póvoas

A corregedora regional eleitoral, desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, informou que já foram identificados os responsáveis pela autoria do vídeo apócrifo veiculado nas mídias sociais que liga a juíza do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE), Ana Cristina Mendes, ao deputado José Riva (PSD), e diz que são ligados a uma coligação que disputa o pleito deste ano.

No entanto, a magistrada não recebeu ainda em mãos o relatório final da investigação realizada, mas acredita que o fato deve vir à tona ainda antes das eleições. A expectativa é de que até sexta-feira os autores do vídeo sejam conhecidos.

Quanto ao pedido de suspeição da juíza feito pela Coligação Coragem e Atitude para Mudar, liderada por Pedro Taques (PDT), a desembargadora informou que o relator é o juiz do TRE, Lídio Modesto da Silva Filho, e o processo deve entrar na pauta da sessão de hoje. Maria Helena prefere aguardar a decisão do magistrado para se manifestar sobre o assunto.

Porém, a corregedora saiu em defesa da juíza Ana Cristina e destacou que ela mesma já foi convidada para dar palestras sobre violência doméstica na Assembleia Legislativa e esteve ao lado da candidata ao governo Janete Riva (PSD), mas isto não mudou sua conduta como magistrada. Ela destaca ainda que os juízes são membros da sociedade e não podem ficar trancados em casa.

Maria Helena Póvoas acredita ainda que o vídeo teve ligação política devido ao período eleitoral. Porém, adianta que mesmo após a identificação dos responsáveis o processo deverá ser transferido à esfera cível e poderão responder por crimes contra honra, como calúnia, injúria e difamação. Mesmo que o vídeo tenha saído de alguma equipe de campanha, nada deve ocorrer com o candidato na esfera eleitoral.

A magistrada foi a responsável por solicitar à Polícia Federal que investigue de a autoria do vídeo, o qual revela que o marido de Ana Cristina, tenente-coronel da PM Alexandre Correa Mendes, teria sido promovido a pedido do deputado José Riva (PSD) e mostra ainda o oficial em ato político do deputado.

Além de trazer fotos retiradas da rede social a juíza ao lado de Janete Riva. O fato é que Ana Cristina atuou na Vara da Família e participou de eventos promovidos pela esposa do parlamentar na época em que esta presidia a Sala da Mulher.

Fonte: Diário De Cuiabá
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario