Dengue: Nobres e mais 7 Municípios de MT estão em alerta

Oito municípios de Mato Grosso estão em situação de alerta para epidemia de dengue, entre eles está a Capital, Cuiabá. Conforme o Levantamento Rápido de Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), divulgado ontem pelo Ministério da Saúde, o Índice de Infestação Predial (IPP), na capital, corresponde a 3,1. O estudo foi realizado no mês passado em âmbito nacional.

De acordo com o documento, é considerado estado de alerta, quando mais de 1% e menos de 3,9% dos imóveis pesquisados têm larvas do mosquito. Além de Cuiabá, a lista também inclui os municípios de Poconé, Arenápolis, Campo Novo do Parecis, Glória D’Oeste, Barra do Bugres, Mirassol D’Oeste e Nobres. A cidade de Araputanga é a única que aparece em situação de risco.

O Ministério da Saúde confirmou que até o dia 25 do mês passado, 828 casos da Febre Chikugunya foram confirmados no território brasileiro, Mato Grosso é um dos estados onde a doença ainda não se manifestou.

O perigo é que ela também é transmitida pelo Aedes aegypti. Por isso, os cuidados devem ser redobrados.

No dia 15 de novembro, começa a campanha de combate às duas doenças. O slogan é “O perigo aumentou. E a responsabilidade de todos também”, por tanto, orientações à população serão divulgadas para evitar a proliferação dos mosquitos e alertar sobre a gravidade.

Por se tratar do mesmo transmissor, os cuidados são os mesmos.
Os sintomas do chikungunya são febre alta, dor muscular e nas articulações que costumam durar de três a 10 dias, a diferença entre as duas doenças e que no caso da chikungunya, as dores aparecem de forma mais intensa.

Para evitar a transmissão do vírus é necessário eliminar os criadouros dos mosquitos, as mesmas medidas que são utilizadas para a prevenção da dengue.


Assista e reportagem da Record Nobres:


        
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario