Mato Grosso é o pior do país em idioma inglês

Mato Grosso é o estado brasileiro cujos moradores menos dominam a língua inglesa, revelou Índice de Proficiência em Inglês (IPI), da Education First (EF), empresa internacional especializada em idiomas. Conforme o estudo, os mato-grossenses possuem uma proficiência muito baixa – de 45,80 pontos num máximo de 100. 

Os três primeiros lugares ficaram com os estados de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro, nesta ordem. 

Os testes, que são disponibilizados online, avaliaram a gramática, vocabulário, leitura e compreensão e foram realizados em 63 países e territórios que não têm o inglês como idioma nativo. 

Mato Grosso está abaixo da médica nacional, que é de 49,96 pontos. O Brasil é considerado um país de baixa proficiência, ocupando a 38ª posição do ranking. Segundo o índice, a maioria dos brasileiros adultos não tem boa proficiência na língua estrangeira. Se fosse um país, Mato Grosso estaria no nível da Guatemala, uma nação pouco inserida no mercado internacional. 

Os testes mostram que os adultos brasileiros entre 35 e 44 anos de idade falam melhor do que qualquer outra faixa etária. Por outro lado, as mulheres têm a melhor proficiência que os homens. 

O Diário solicitou à EF informações como número de pessoas, idade e sexo das pessoas que realizaram a prova no Estado, mas estes dados não foram divulgados. Na edição anterior do IPI, Mato Grosso também ocupava o último lugar, com o índice de 40,90 pontos. 

Dessa vez, o país com a proficiência mais alta foi a Dinamarca, com 69,30 pontos, seguida da Holanda (68,99) e da Suécia (67,80). O país com a menor proficiência foi, mais uma vez o Iraque, que neste ano alcançou 38,02 pontos. 

O EPI é realizado anualmente há três anos (antes, as edições eram divulgadas a cada dois anos). Os dados desta edição foram compilados a partir de exames de inglês feitos em 2013 por 750 mil alunos maiores de 19 anos. 

O Índice de Proficiência em Inglês da EF calcula o nível de habilidade na língua inglesa entre adultos, a partir de dados de dois testes de Inglês diferentes, realizados por milhares de adultos todos os anos. 

EF Education First é uma empresa de educação internacional que atua no ensino de idiomas, programas acadêmicos e experiências culturais. Fundada em 1965, a EF tem 500 escolas e escritórios em mais de 50 países. E é a fornecedora oficial de treinamento de línguas dos Jogos Olímpicos Rio 2016. 

Nas últimas quatro edições (divulgadas em 2010, 2012, 2013 e 2014), o desempenho do Brasil cresceu 2,69 pontos, o suficiente apenas para o país sair da categoria de nações com proficiência em inglês "muito baixa" e ser promovido para a categoria "proficiência baixa". 

No mesmo período, porém, países vizinhos tiveram resultados mais expressivos. A Argentina, por exemplo, já estava na categoria "moderada" do domínio do inglês em 2010, mas registrou um aumento de 5,54 pontos e, na edição de 2014, entrou pela primeira vez na categoria de "proficiência alta".

Yuri Ramires - Diário de Cuiabá
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario