Maluf mobiliza bancada federal de MT para discutir turismo, Nobres está cogitada

O presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB), afirmou que vai sugerir a realização de uma reunião ampliada com a bancada federal de Mato Grosso e o trade do turismo para discutir melhorias para o setor.

Durante reunião dos deputados estaduais da baixada cuiabana com a Associação Pró-desenvolvimento de Chapada dos Guimarães (Aprodec), nesta quarta-feira (25), foi lembrado que vários recursos para obras estão previstos nos Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo (Prodestur). 

Em função disso, Maluf afirmou que irá procurar o coordenador da bancada federal, deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), para organizar uma reunião com os deputados federais e senadores de Mato Grosso para buscarem recursos do Governo Federal para a execução de obras no setor.

“Vou levar o assunto aos demais deputados para estabelecermos as prioridades, voltar a debater com o setor e já agendar um encontro com a bancada federal para discutir o turismo de Mato Grosso e também procurar o governador Pedro Taques (PDT) para falarmos sobre o turismo, que é uma dos setores que mais cresce no mundo. Temos um potencial maravilhoso, mas com falta de infraestrutura, vamos unir a classe política e o setor para defender a ampliação dos investimentos, pois também teremos resultados na economia do Estado”, argumentou.

"Temos um potencial maravilhoso, mas com falta de infraestrutura, vamos unir a classe política e o setor para defender a ampliação dos investimentos, pois também teremos resultados na economia do Estado"

A Aprodec apresentou 20 projetos estruturantes para promover um corredor de integração turística de Mato Grosso, envolvendo o pantanal por Poconé, Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Coxipó do Ouro, Várzea Grande, Lago do Manso, Nobres e Bom Jardim.

“O nosso projeto é interessante, traz a integração turística vindo de Poconé até Bom Jardim, em Nobres. Sugerimos a construção de pontes na Transpantaneira, pois hoje elas são de madeira e dificulta o tráfego durante as chuvas e vivem danificando, e com isso, melhoraria o turismo do pantanal que é um dos ícones do turismo de Mato Grosso. Também falamos de Chapada dos Guimarães, que é o carro-chefe, precisamos ter mais acostamento e duplicação da rodovia que não tem segurança para os condutores. Temos o produto turístico que são as nossas belezas naturais, precisamos de infraestrutura”, disse o presidente da Aprodec, Cacildo Macedo.

Entre os projetos apresentados, estão a construção de 13 pontes de concreto em Poconé; energia elétrica até porto Jofre, no pantanal; pavimentação asfaltica da estrada que liga ao pantanal; ligar a chegada e saída de Poconé por asfalto; ligação de Poconé até a BR-070; duplicação da MT-251 de Cuiabá a Chapada dos Guimarães; pavimentação do acesso ao Coxipó do Ouro; duplicação do Trevo da Guia até a Fundação Bradesco, em Cuiabá; revitalização do Complexo da Salgadeira, Portão do Inferno e Véu das Noivas; captação da água para a cidade de Chapada dos Guimarães.

Para Jurandir Spinelli, membro da Aprodec, seriam necessários R$ 200 milhões em investimentos para desenvolver os 20 projetos apresentados. “Fizemos um diagnóstico daquilo que é preciso para transformar essa região em produtos turísticos viáveis para ser vendido nos grandes centros do Brasil e para o mundo. A prioridade são as pontes na trans-pantaneira e o acesso a Chapada dos Guimarães, já os demais projetos poderiam ser realizados ao longo de quatro anos”, argumentou.

Maluf avaliou que os projetos são importantes para a baixada cuiabana. “Alguns estão em andamento, outros parados como do Complexo da Salgadeira, Portão do Inferno e Véu das Noivas. Também precisa ser licitado o projeto como o da MT-030, que é a nova rodovia para Chapada dos Guimarães, a duplicação que é do Trevo da Guia até a Fundação Bradesco, onde tem muitas pessoas morrendo em acidentes. A Assembleia Legislativa vai fomentar para que as obras sejam executadas, pois são importantes para o desenvolvimento de Mato Grosso”, lembrou Maluf.

Além de Maluf, participaram da reunião o líder do governo na Assembleia Legislativa, Wilson Santos (PSDB), Emanuel Pinheiro (PR) e Max Russi (PSB), que é membro da Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Casa de Leis.
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario