Em operação, Polícia Civil apreende 17 veículos clonados

Dezessete veículos com adulteração nos sinais identificadores foram apreendidos, desde o início da operação "Clone", deflagrada em março pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil. A iniciativa visa coibir a clonagem de carros e retirar de circulação veículos com placas dublês e outros sinais clonados, em Mato Grosso. 

Nesta segunda (13), três automóveis clonados foram apreendidos no centro de Cuiabá. Dois deles, sendo um Voyagem preto e um Punto prata, estavam abandonados com registros deste ano de roubo. 

O terceiro veículo, uma caminhonete S-10, prata, foi apreendida com um homem de 47 anos. Ele foi autuado pelo crime de receptação de automóvel adulterado pelo fato do crime permitir aplicação de fiança. 

De acordo com o delegado Wagner Bassi, a Polícia Civil investiga o envolvimento do homem com o comércio ilegal de carros clonados. "Há cerca de 60 dias, esse suspeito foi preso por nossa Delegacia também por receptação de veículos clonados. Na época, ele pagou fiança e foi liberado", disse o delegado. 

Os três veículos por estarem com os sinais adulterados (placas e chassis), aguardam resultado da perícia para identificar as placas originais e assim serem devolvidos aos donos. 

Segundo Wagner Bassi, o principal objetivo da clonagem é o carro circular livremente como se fosse regular. "Normalmente as pessoas que adquirem um veículo irregular sabem que tem alguma fraude, tanto que não procedem a transferência do documento junto ao Departamento Estadual de Trânsito", explicou o delegado. 

Na sexta-feira (10), duas caminhonetes S-10, uma com os sinais adulterados, foram recuperadas pelos policiais da Especializada e presas duas pessoas, por receptação e furto. Os veículos foram encontrados nas cidades de Várzea Grande e Cuiabá. Um tinha acabado de ser furtado. 

Dados da Seção de Estatísticas da Polícia Judiciária Civil apontam a recuperação de 638 veículos até 31 de março. As motocicletas (290) de várias marcas estão no topo da lista de apreensões, seguidas do Gol (78), do Fiat Uno (42), da picape Strada (34), Ford Fiesta (17) e da caminhonete S-10 (15), Saveiro (11), Voyage (11), Corolla (10), Pálio (10) e Fox (10).


Fonte: Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario