NOBRES: Cirurgias eletivas e cesariana de emergência foram suspensas

Para economizar e ajustar as contas públicas, a prefeitura municipal de Nobres determinou que o Hospital e Maternidade Laura de Vicuña em Nobres suspenda as cirurgias eletivas e cesariana de emergência por tempo indeterminado.

O Hospital, que é praticamente mantido pela Prefeitura de Nobres através de um contrato, é o único em Nobres que atende situações de emergência 24hs por dia.

A suspensão das cirurgias, que são consideradas adiáveis por não se tratarem de urgência e emergência, foi uma medida adotada pelo secretário de saúde, Roberto Dias e o prefeito municipal 'para economizar garantir o atendimento dos casos mais graves'.

Estimasse que seja cortado R$ 30.000,00 (trinta mil) reais do repasse para o hospital, e mais R$ 32.000,00 (trinta e dois mil) reais nos PSF’s, com a redução do quadro de médicos especializados, como, pediatria, ginecologia e ortopedia.

A nossa equipe de reportagem entrou em contato com o Doutor Manoel Loureiro, que é pediatra no PSF do centro, que confirmou a sua demissão.


Da Redação
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

3 comentários :

Anônimo disse...

como vai ficar a situação do menos favorecido,aposto que o responsavel por tudo isso nunca precisou do sus nunca levou seu filho num posto publico.nós nobrense precisamos da saude e um direito nosso e um dever do orgaõ publico esta nos dando esse direito.

Anônimo disse...

O Senhor Roberto Dias leva sua família para tratar na Femina porque não precisa do SUS. Fora Secretário e Prefeito. Impechament neles! E na Educação falta tudo nas escolas. Tudo regrado,nãotem nem papel para os professores usarem.Fora Neiinha!.

observador disse...

três e anos e meio de lamurias , reclamações e choramingos de um prefeito que participou dos três mandatos anteriores; deu pra aprender como e que se esconde o leite.[sabe de nada inocente]

Postar um comentário

Deixe seu Comentario