NOBRES: Padrasto é preso por abusar a enteada de 4 anos

O padrasto de uma menina de 4 anos foi preso Polícia Judiciária Civil por crime de estupro, no município de Nobres (146 km a Médio Norte). O acusado, W.S.S., 23 anos, conhecido como “Índio”, foi preso na noite de terça-feira (21) após ter o mandado de prisão preventiva decretada por crime de estupro de vulnerável. 
As investigações iniciam após familiares paternos da vítima, E.S.C.M. de 4 anos, comunicar o fato à Polícia Civil. Conforme relato, o pai da menina estava passando o final de semana com a filha e percebeu que a criança estava com a genitália da bastante inchada e avermelhada.
Os familiares levaram a criança ao hospital da cidade e lá o médico aconselhou o pai da criança a procurar a Delegacia de Polícia.
Diante dos fatos, o delegado de polícia Caio Albuquerque, instaurou inquérito policial para apurar a ocorrência. A vítima foi submetida ao exame de corpo de delito para confirmação dos abusos sexuais sofridos e foi constatado o rompimento do hímen.
O laudo ainda menciona que as lesões não foram causadas recentemente, indicando que os abusos vinham acontecendo há tempo.  
A menina foi atendida pela equipe de psicólogo e assistência social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) da cidade de Nobres, e durante conversa com os profissionais contou com detalhes os abusos sexuais praticados pelo padrasto. Ela continuará recebendo acompanhamento psicossocial.
Em diligências, os policiais civis identificaram que a mãe da vítima convivia com o acusado há cerca de um ano. Em depoimento, a mãe disse que morava com o companheiro em regime de prisão e sobre ameaças, sendo que ela e nem sua filha podiam sair de casa ou até mesmo conversar com os vizinhos.
Com as provas periciais, laudo médico, oitivas de testemunhas e entrevista da criança, a Polícia Judiciária Civil representou pelo mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável, deferido pela Justiça da Comarca de Nobres.
O acusado foi preso em um sítio, no município de Barra do Bugres (168 km a Médio Norte). O suspeito foi conduzido à Delegacia de Polícia de Nobres e no interrogatório negou o crime.
O suspeito foi encaminhado à Cadeia Pública. As investigações continuam para apurar a conduta da mãe da menina, se ela tinha conhecimento dos abusos.
Fonte: Assessoria PJC
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

2 comentários :

Anônimo disse...

Ki horror...isso é um monstro!!

Anônimo disse...

Cade a foto desse Canalha?

Postar um comentário

Deixe seu Comentario