Polícia esclarece 7 mortes em Nobres e Rosário Oeste

civililustra.jpgTrês homicídios de grande repercussão ocorridos em 2015, na cidade de Nobres (146 km a Médio-Norte) foram elucidados pela Polícia Judiciária Civil, em investigações da Delegacia de Polícia do município. As ações distintas resultaram na prisão de todos os envolvidos nos crimes.
No primeiro caso, ocorrido no dia 03 de março, o jovem João Pedro Ojeda da Conceição, foi vítima de esganadura. O corpo da vítima foi encontrado enterrado, já em avançado estágio de decomposição. Cinco dias após a localização do cadáver, os acusados, Vanderson Da Silva Oliveira, conhecido como “Cachorro do Mato”, o primo da vítima Wanderson Horeste Ribeiro Araujo, o “Zinho”, e o adolescente M.U.S, 17, foram identificados e presos pelos policiais civis de Nobres.
No dia 20 de maio, o senhor Farias Gomes de Moura, foi morto no centro da cidade após ser atingido na cabeça por um golpe de pedra, que pesava cerca de 60 quilos. Na ocasião, a Polícia Civil conseguiu prender em flagrante Luiz Antonio Duarte Santos, o “Cabelo”, apontado como autor do homicídio.
O homicídio bárbaro que vitimou a adolescente Luandra Kamili da Silva Soares Dias, 12, aconteceu no dia 19 de outubro, chocando os moradores da cidade. A menor foi localizada às margens do Rio Nobres, próximo ao Posto Xaxim, depois de ser estuprada, esganada e em seguida ter o corpo jogado na água.
Menos de 24 horas após a localização do corpo, a equipe de policiais civis conseguiu êxito na identificação dos três envolvidos no homicídio. Os acusados Ericles Mariano de Arruda, Douglas da Silva, e o menor E.M.A., 16, foram presos e indiciados pelos crimes de estupro, homicídio qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menores.
De acordo com o delegado, Caio Fernando Álvares de Albuquerque, todos os autores dos homicídios encontram-se custodiados.
ROSÁRIO OESTE
Em Rosário Oeste (128 km ao Norte), a Polícia Civil registrou o duplo homicídio dos cunhados Wagner Luiz de Arruda e Fábio Conceição de Campos, e o homicídio do casal Rivael Xavier Pereira e Gislene Almeida Cruz. Os homicídiosaconteceram entre os meses de julho e agosto deste ano, e durante investigações foi evidenciado a conexão entre os crimes.
Uma força tarefa coordenada pelo delegado de polícia, Guilherme Berto Nascimento Fachinelli, e com apoio da Delegacia de Nobres e da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) de Cuiabá, foi montada para investigar os casos e localizar os corpos dos cunhados, Wagner e Fábio. O trabalho investigativo e operacional resultou na identificação e prisão de todos os suspeitos.
Os delegados de polícia dos municípios de Nobres e Rosário Oeste, agradecem sobremaneira à dedicação dos policiais civis que estão sempre empenhados em fazer o melhor trabalho, no combate a criminalidade na região.
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

1 comentários :

Anônimo disse...

O problema de Nobres é assalto e drogas que rola solto e ninguém faz nada!
Toda semana tem uma casa ou empreendimento assaltado, isso aqui esta terra de ninguém!

Postar um comentário

Deixe seu Comentario