Suspeito de matar filho de vereador em Nobres é preso

Um rapaz de 21 anos, suspeito de matar o filho do vereador de Nobres, a 151 km de Cuiabá, Acendino Mendes de Souza (PSD), Ralf Loyola de Souza, de 29 anos, foi preso nesta quinta-feira (14). O assassinato ocorreu no dia 2 de janeiro deste ano, quando a vítima estava na casa de um amigo, naquele município.
Apontado pela Polícia Civil como suspeito da execução, M. D. B. foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva - quando a pessoa é conduzida a prestar depoimento na delegacia -, na casa dele, em Nobres. Ele negou o crime, mas segundo a polícia há indícios fortes de que ele tenha sido contratado para matar a vítima.
"O mandante do crime, que seria de Cuiabá, teria agido por vingança por causa de uma briga que ele teve com a vítima dias antes", disse o delegado Caio Fernando Alvares de Albuquerque, que investiga o caso.
Ao todo, a Justiça expediu oito mandados de busca e apreensão e seis de condução coercitiva. Só um mandado de condução não foi cumprido, pois a pessoa não foi localizada pela polícia. Um dos conduzidos à delegacia é suspeito de ser o mandante do crime.Além dele, outras quatro pessoas de Nobres, de Rosário Oeste, a 133 km da capital, e de Cuiabá foram levadas à delegacia para prestar depoimento sobre o homicídio.
Conforme o delegado, parte do pagamento teria sido feita em dinheiro. No entanto, não existe mandado de prisão contra ele e, por isso, foi liberado após prestar depoimento. À polícia, ele negou o crime.
O delegado pediu a prisão temporária, de 5 dias, de Maiko Douglas. "Pedi a prisão dele devido à necessidade de investigação e a solicitação está sob análise do juiz. Mas a prisão em flagrante foi mantida", afirmou.
O assassinato
Dois homens em uma motocicleta se aproximaram da vítima, que estava acompanhada de vários amigos e de um tio, e efetuaram vários disparos, acertando Ralf.  Ele morreu no local do crime. A vítima morava no Distrito de Coqueiral e tinha um casal de filhos.
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario