Falso pastor teria queimado idosos por R$ 100 mil

O falso pastor Josemar Ribeiro de Souza, 35 anos, conhecido por “Carreirinha”, é apontado como o responsável pela morte do casal de idosos, Antonio Romão Sorrilha e Maria Munhoz, em um sítio na zona rural de Novo Mundo (785 km de Cuiabá). O acusado teria roubado, matado e queimado os corpos das vítimas.

Segundo um site da região, a família dos idosos estaria indo comemorar o aniversário do patriarca e encontraram o imóvel queimado. Ele foi preso na sexta-feira (03).

O casal de idosos foi encontrado no dia 17 de abril deste ano. Os dois corpos estavam carbonizados dentro da residência, em um sítio na zona rural de Novo Mundo. A casa foi totalmente incendiada depois das vítimas terem a senha e o cartão do banco roubados. O casal tinha cerca de R$ 100 mil guardados.

Josemar já conhecia o casal e depois de um desentendimento se aproximou dos idosos com intenção de matar e roubar o dinheiro. Ele começou a efetuar saques bancários, até que a família das vítimas percebeu a movimentação e bloqueou o cartão. Entre saques, compras e transferências bancárias, o suspeito já tinha subtraído aproximadamente R$ 15 mil, até sua descoberta.

No início, acreditava-se que o fogo teria sido acidental. Do imóvel, restaram apenas escombros. Uma caminhonete que estava na garagem também foi consumida pelo fogo. Quem encontrou a residência e as vitimas foi a própria família, que estaria indo comemorar o aniversário do patriarca, segundo o site Olhar Cidade.

Preso

Josemar Ribeiro de Souza, 35 anos, conhecido por “Carreirinha”, foi preso na madrugada de sexta-feira (03) pela Polícia Judiciária Civil, em São José do Rio Claro (315 km de Cuiabá). Ele é acusado de roubar e matar quatro idosos, no município de Novo Mundo (785 km de Cuiabá). O acusado estava em um hotel da cidade. O suspeito queimava o corpo das vítimas para dificultar a identificação.

Fonte: Olhar Direto
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario