Câncer de esôfago é causado por bebidas quentes, alerta especialista



A ingestão de bebidas muito quentes, acima de 65ºC, está relacionada ao desenvolvimento do carcinoma epidermoide de esôfago, o tipo de câncer de esôfago mais comum. A constatação é da Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC, na sigla em inglês) da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O oncologista e coordenador do Santa Rosa Onco, Bruno Heringer, explica que não é o café, chá ou a erva mate que causam a doença, mas a sua temperatura. “A bebida quente pode causar lesão na mucosa do esôfago. Quando há ainda uma combinação de outros fatores, como tabagismo e etilismo, o risco aumenta ainda mais”, alerta.


Bruno aconselha que quem tem o hábito de frequentemente consumir líquidos muito quentes, deve procurar um médico para realizar uma avaliação e exames preventivos.


“Diversos municípios de Mato Grosso são formados por imigrantes e descendentes de pessoas que vieram do Sul e trouxeram junto o hábito do chimarrão, que foi adotado até por quem não é sulista. Não é preciso abolir o costume, apenas esperar alguns minutos para que a temperatura da água diminua”, afirma.


Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de esôfago é o sexto mais comum entre os homens na Região Sul, onde sua incidência é até cinco vezes maior do que no restante do país, provavelmente devido ao hábito rotineiro de consumir chimarrão. O órgão estima ainda que em 2016 serão registrados 7.950 casos novos em homens e 2.860 em mulheres no Brasil.


A pesquisa da OMS reuniu um grupo de trabalho de 23 pesquisadores de 16 países e teve como base mais de 1.000 estudos observacionais e experimentais.

Fonte: Mídia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario