PM prende último suspeito de ligação com Estado Islâmico em MT

A Polícia Militar de Comodoro (644 km a Oeste de Cuiabá) prendeu, no começo da noite de domingo (24), o mecânico Leonid El Kadri, que estava sendo procurado pela Polícia Federal desde a semana passada, quando foi deflagrada a Operação Hashtag, que desarticulou uma célula de simpatizantes do Estado Islâmico em solo brasileiro.

Ao MidiaNews, o comandante da PM do município, tenente Samuel Pereira de Almeida, contou que as buscas pelo homem começaram por volta das 13h, quando denúncias que chegaram até a polícia davam conta de que Leonid fora visto pela cidade.

Equipes se mobilizaram em rondas pela região, quando, por volta das 19h, El Kadri foi encontrado em uma praça próximo da rodoviária.

"Conseguimos encontrá-lo com a ajuda de taxistas, que o reconheceram devido às fotos que foram divulgadas com as reportagens. Mas eles não tinham certeza se era ele mesmo, por isso nos acionaram", contou.

El Kadri foi abordado e, segundo o comandante, não apresentou nenhuma resistência. "Ele estava sem nenhum documento e só com a roupa do corpo. Ele estava com R$ 30, que seria fruto de doações que arrecadou pedindo pela cidade", lembrou.

Conforme Almeida, o investigado tentou comprar passagens na rodoviária com destino a Pontes e Lacerda, mas não conseguiu devido à falta de documentos pessoais. Foi aí que começou a levantar suspeita.

Em conversa com os policiais, Leonid teria dito que saiu de Vila Bela da Santíssima Trindade e pegou carona com caminhoneiros na estrada até o município. Em nenhum momento declarou que estaria fugindo.

"Ele aparentava tranquilidade, conversou normal. Quando o abordamos, ele mesmo se identificou, com o nome completo e dados de seus documentos. Foi feita a checagem e confirmamos que se tratava mesmo do procurado pela PF".

O comandante contou ainda que El Kadri não esboçou nenhuma reação. Ao ser questionado sobre as acusações, teria dito que não sabia de nada e que não sabia por que estava sendo preso.

No entanto, a PM acredita que ele estava em rota de fuga. "Deu a impressão que ele estava há dias com aquelas roupas e que já estava na região há algum tempo, acreditamos que escondido na zona rural", disse.

A PF foi acionada e se deslocou até a cidade para dar cumprimento ao mandado de prisão. Até às 22h30, El Kadri ficou preso em uma cela da delegacia local.

Operação Hashtag

Ao todo, 11 pessoas foram presas durante a operação, que está investigando a ligação dos brasileiros com o Estado Islâmico. Além disso, há a suspeita de que o grupo, chamado de célula, estaria organizando um atentado terrorista durante os Jogos Olímpicos, que começam em agosto no Rio de Janeiro.

Em Mato Grosso, a PF também está investigando Valdir Pereira da Rocha - conhecido como Mahmoud - e Leonid El Kadri. Ambos são irmãos de criação e já responderam juntos por um homicídio ocorrido no Tocantins (TO).  

Assim que a operação foi deflagrada, a PF conseguiu cumprir mandado de busca e apreensão na casa de Leonid, mas não o mandado de prisão. Já Valdir também não foi localizado para ser preso.

No final da tarde de sexta-feira (22), Valdir teria se apresentado de forma espontânea aos policiais, sendo preso em seguida. Na cidade de Vila Bela, a população recebeu com estranheza a notícia da prisão, pois o consideram um homem "sociável e tranquilo".

Agora, com a prisão de El kadri, todos os mandados de prisões preventivas foram cumpridos.  

Fonte: Mídia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario