Valtenir anuncia recuo e diz que será cabo número 1 de Emanuel

O deputado federal Valtenir Pereira (PMDB) anunciou oficialmente, nesta segunda-feira (25), a desistência de sua candidatura à Prefeitura de Cuiabá, nas eleições deste ano.

Segundo ele, a definição saiu após diversas reuniões ao longo deste fim de semana.

Conforme MidiaNews adiantou hoje, o anúncio oficial da pré-candidatura de Emanuel está previsto para ser feito na quarta-feira, às 10 horas da manhã.

“Passamos o domingo reunidos no PMDB. E eu passei a responsabilidade da candidatura ao Emanuel para podermos chegar a um consenso. Não diria que é um recuo. Diria que chegamos à conclusão de que a melhor aposta é no projeto Emanuel Pinheiro para prefeito de Cuiabá”, afirmou.

Serei um soldado. Vou para a rua pedir voto ao Emanuel. Serei o cabo eleitoral número 1. Estou pronto para ajudar

Segundo ele, pesou para a decisão o fato de o momento político ser favorável a Emanuel, que foi um dos parlamentares com maior destaque pela defesa do pagamento integral da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores públicos do Estado.

“Chegamos à conclusão de que qualquer um dos dois poderia ter chances reais de ganhar a eleição. Mas entendi que, pela luta dele com o VLT [Veículo Leve sobre Trilhos], luta pela RGA, pelo destaque como oposição, mostrando as falhas do Governo Pedro Taques, e também por ser cuiabano, com raízes aqui, ficará mais fácil de chegarmos à vitória em Cuiabá com ele”, disse.

Cabo eleitoral

Por fim, o parlamentar disse não estar triste com a desistência do projeto e que será o “cabo eleitoral número 1” de Emanuel.

“Eu estou, absolutamente, feliz e tranquilo. Porque o partido tem dois nomes fortes para a disputa e os dois estão entusiasmados. Então, Emanuel prefeito é como se eu estivesse lá também como prefeito de Cuiabá”, afirmou.

“Serei um soldado. Vou para a rua pedir voto ao Emanuel. Serei o cabo eleitoral número 1. Estou pronto para ajudar, colaborar e o que precisar estarei à disposição para poder aglutinar forças, partidos e ganhar voto”, completou.

Fonte: Mídia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario