Bêbado faz cocô na calça ao ser abordado por PMs

Três motoristas são autuados por embriaguez ao volante. Um deles ao ser flagrado por policiais militares passou mal e fez cocô na calça no momento da abordagem. Fato ocorreu no bairro CPA 2, ao lado do Campo do Botafogo, por volta das 21h50 do sábado (20).
O pedreiro R.B.S., 36, estava em sua moto Fan e como não estava passando bem, parou no local para urinar. Mas como policiais em rondas perceberam sinais de embriaguez ao volante, resolveram fazer a abordagem.
A vítima ao ser surpreendida urinando, disse que começou a ficar ainda pior e depois de uma forte dor de barriga, acabou fazendo as necessidades nas calças.
Foi encaminhado para a Central de Flagrantes e autuado pela embriaguez, pois admitiu que havia tomado algumas cervejas pouco antes. Pagou a fiança arbitrada pelo delegado de R$ 440 e responderá pelo crime em liberdade.
O jardineiro V.T.C., 27, também responderá por embriaguez. Ele se envolveu em um acidente de trânsito, na tarde de sábado (20), ao colidir a picape que conduzia na traseira de um coletivo.
O acidente ocorreu na avenida Fernando Corrêa da Costa, quando o ônibus parou para pegar passageiros diante da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).
O condutor alega que o motorista parou abruptamente, na segunda faixa, e não na faixa exclusiva para coletivos. Ao fazer exame de alcoolemia (bafômetro) ficou constatada a embriaguez por apresentar 0,45 miligramas de álcool na corrente sanguínea.
Como não tinha R$ 1 mil para pagar a fiança estipulada pelo delegado, foi encaminhado para audiência de custódia.
No bairro Ribeirão do Lipa outro jardineiro foi autuado, também por embriaguez. M.S.S., 32, é acusado de atingir outra motocicleta com a Biz que pilotava. Ele nega estar embriagado na hora do acidente.
Disse que depois da colisão, fez acerto com a outra vítima e a a moto foi levada para uma oficina próxima do local. Depois é que saiu e foi para um bar para tomar um ‘corotinho’ de pinga.
Foi nesta hora que a PM foi acionada e fez sua prisão. Pagou fiança de R$ 1 mil e responderá pelo crime em liberdade. 
Fonte: Gazeta Digital
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario