Miss Rio Grande do Sul sonha vencer o Miss Brasil: 'Confiante'

Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul (Foto: Celso Tavares / EGO)Na disputa do Miss Brasil não tem para ninguém. O Rio Grande do Sul é o estado que reina na competição, tendo vencido até hoje por 13 vezes. Por isso, Letícia Kuhn, 22 anos, vencedora do título estadual em 2016, sabe da responsabilidade grande que é representar o estado que já apresentou ao país nomes de beldades como Deise Nunes (Miss Brasil 1985) e Marthina Brandt (a atual Miss Brasil).
Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul (Foto: Celso Tavares / EGO)Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul
(Foto: Celso Tavares / EGO)
"As pessoas colocam mais expectativa em cima da Miss Rio Grande do Sul por ser um estado que tem tantas vitórias e, ainda que não ganhe, sempre está bem na disputa. É uma responsabilidade grande. Mas vou fazer o meu melhor, me preparar, ajustar o que acho que preciso e tentar o bicampeonato para o nosso estado. Estou confiante para ganhar", diz ela, que até então estudava Administração de empresas em uma faculdade de Passo Fundo.

Natural de Tapera, cidade com 11 mil habitantes, Letícia conta que vencer o concurso que elege a mulher mais bonita de cada estado não era um sonho antigo. Foi em 2013, depois de assistir ao eleição, que ela decidiu participar.
De 2014 até 2016, ela mudou sua rotina para, enfim, ser eleita Miss Rio Grande do Sul. "Eu busquei melhorar a minha comunicação, fiz cursos, melhorar meu corpo, era todo dia academia, cuidado com alimentação e, além disso, acompanhamento psicológico para estar bem no confinamento da disputa", lembra ela, durante ensaio exclusivo no Sheraton São Paulo WTC Hotel.
"Logo depois eu conheci o coordenador do concurso e resolvi que ia concorrer já em 2014. Foi ótimo pra mim pois fiz vários contatos e cresci muito. Foi meu primeiro concurso de beleza, uma oportunidade muito grande", lembra Letícia, que na época chegou perto da vitória, mas não levou: terminou em quarto lugar. "Quando acabou, imediatamente falei para a minha mãe e para o meu pai que eu queria voltar para ganhar. Foi uma paixão pelo mundo das misses e fiquei dois anos focada para voltar e vencer."
Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul (Foto: Celso Tavares / EGO)Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul
(Foto: Celso Tavares / EGO)
Apoio da família e do namorado
Agora que conquistou seu objetivo, ela quer mais. Para um futuro próximo, deseja vencer o Miss Brasil 2016, que será realizado em outubro, em São Paulo.
Estou confiante e quero ganhar. Até outubro vou me preparar para chegar no grande dia e conseguir o bicampeonato", planeja ela, que terá a torcida de todos os gaúchos, da família e do namorado, Tarso, com quem ela está há um ano. "Ele me entende e me apoia super, não só ele, mas toda minha família. Isso me ajuda muito para todos os desafios que enfrento.".
Planos de seguir carreira como modelo
Depois da disputa nacional, vencendo ou não, a jovem quer investir na carreira de modelo. "Como morava em uma cidade pequena, fiz poucas coisas como modelo, mas hoje vejo que há mais possibilidades de seguir a carreira. Inclusive acho que tem tudo a ver ser miss e modelar", acredita. Letícia considera que os concursos de beleza mudaram muito nos últimos tempos. "Acho que hoje a miss tem uma voz. E essa voz precisa ser usada da melhor maneira possível, seja fazendo trabalhos sociais, inspirando as pessoas a acreditarem nos seus sonhos, as mulheres... Influenciar da melhor forma possível", avalia.
Produção de moda e styling: Sofia Ortiz Zulques // Maquiagem: Bruno Fernandes
Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul (Foto: Celso Tavares / EGO)Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul (Foto: Celso Tavares / EGO)
  •  
  •  
Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul (Foto: Celso Tavares / EGO)Letícia Kuhn, Miss Rio Grande do Sul (Foto: Celso Tavares / EGO)
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario