Luiz Fernando e Alex assinaram carta compromisso, João Balbino não compareceu

O evento promovido pelo SINTEP, sub sede de Rosário Oeste, na noite desta quarta-feira (28), reuniu mais de 700 pessoas no cinema municipal. O objetivo do evento foi para que os candidatos a prefeito do município apresentassem suas propostas para a educação e assinassem uma carta compromisso com a classe da educação. O candidato que vencer as eleições, deverá cumprir com o acordo firmado, caso assine o documento.

Compareceu no evento, o candidato a prefeito Alex Berto (PSDB) e Luiz Fernando (PDT). O atual prefeito que é candidato à reeleição, João Balbino (PR), não compareceu.

Para Alex Berto, “é importante juntar com a classe, entender os problemas para tentar sanar cada um. No transporte, é fundamental arrumar as estradas, e também sempre fazer revisão nos ônibus. Acompanhar as licitações, ver a situação dos ônibus, e cobrar o que foi acordado no contrato. Modernizar o sistema de ensino e fazer novos investimentos na educação, que é preciso.” Disse o candidato do PSDB.

Já o candidato Luiz Fernando, disse que “trabalhará para renovar toda a frota de ônibus da prefeitura, serão todos novos, nada de sucata velha. Afirmo o compromisso de cuidar das escolas, da estrutura e principalmente da merenda das nossas crianças. Sou totalmente contra a privatização do ensino, as PPP. Irei implantar o pagamento do piso nacional para os profissionais da educação aqui do nosso município, e também não posso esquecer do PCCS, a qual darei total prioridade. E podem ter certeza, se eleito, vocês não vão me enterrar com caixão e vela preta, igual fizeram com o atual prefeito.” Finalizou Luiz Fernando.

Para a professora Miriam Petrenko, “foi de grande importância a participação dos candidatos, ainda mais quando assinaram a carta compromisso! Só lamento o não comparecimento do candidato João Balbino (PR), que demonstrou seu desinteresse”, disse a professora.


Entre as principais reivindicações na carta compromisso está a gratuidade do ensino público, valorização dos profissionais com PCCS e a garantia do piso nacional.

Além de reconhecer os profissionais da escola, como profissionais da educação.

Alex Berto e Luiz Fernando assinaram a carta.

Da Redação
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario