Bebê que sobreviveu a acidente na BR-364 apresenta melhora

A bebê de dois meses que sobreviveu a um acidente de carro - no qual morreram seus pais e seu irmão gêmeo - apresentou uma melhora no quadro de saúde, na manhã desta terça-feira (25).  

O acidente aconteceu na manhã de segunda-feira (24), na rodovia BR-364, entre Várzea Grande e Jangada.

Ela ainda está internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal do Pronto-Socorro de Várzea Grande.

Conforme o novo boletim médico divulgado pela unidade de saúde, a menor permanece estável com ventilação pulmonar e necessidade de drogas vasoativas.

Segundos os médicos, foi diagnosticado um quadro de traumatismo craniano, mas sem indicação pra cirurgia. A criança continua sedada e mantida em coma induzido.

Ainda de acordo com o boletim, nas próximas 48 horas a equipe médica vai começar a retirar a sensação aos poucos para a paciente reagir e começar a respirar.

O acidente

O acidente aconteceu quando o veículo em que estavam as vítimas colidiu com uma carreta, no Km 464 na BR-364, região de Várzea Grande, sentido Jangada (76 km de Cuiabá).

acidente
O casal e os dois filhos gêmeos, estavam em um veículo Corolla, quando aconteceu o acidente
De acordo com a concessionária Rota do Oeste, que a administra a rodovia, os dois veículos bateram de frente.

Elaine Arantes Greselle, servidora do Detran, e Marcilinio Arantes Neto, servidor da Polícia Civil, voltavam com os filhos de um passeio ao interior do Estado. Chovia muito na hora do acidente e, conforme a Polícia Rodoviaria Federal, o carro em que estavam teria rodopiado na pista e atingido um caminhão.

Após a colisão, o caminhão tombou na pista e pegou fogo.

O incêndio foi controlado por um caminhão-pipa da concessionária que administra a rodovia e pelo Corpo de Bombeiros.

O motorista do veículo não sofreu nenhum ferimento.

Já o carro em que a família estava partiu ao meio e ficou completamente destruído.

Elaine morreu na hora. Já o marido e o bebê não resistiram aos ferimentos na unidade de saúde.

As causas do acidente serão investigadas pela Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito da Capital (Deletran).

Velório

Os corpos de Elaine, Marcilinio e o filho estão sendo velados na Funerária Capela Jardins, sala Orquídeas, em Cuiabá.

O sepultamento está previsto para acontecer às 16h, no cemitério Recanto da Paz, em Várzea Grande.

O primo da família, Akerman Magalhães, afirmou ao MidiaNews que estão todos perplexos e anestesiados com a fatalidade.

A mãe de Macilínio ainda não entrou na sala onde estão sendo veladas as vítimas. Já outra avó está internada no Pronto-Socorro desde quando soube do ocorrido.

“Nós estamos consternados de tanta tristeza, em ver isso acontecer com um casal novo e um bebê. Estamos muito abalados de ver um bebê dentro de uma urna funerária”, lamentou o familiar.
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario