Bezerra prevê colapso em Mato Grosso

silvano-bezerra-janaina.jpgO presidente estadual do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), afirmou que se os casos de corrupção na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) sob investigação forem confirmados, haverá um colapso político em Mato Grosso. A investigação, que prendeu o ex-secretário de Educação, Permínio Pinto (PSDB), vem se desdobrando com várias delações de empresários envolvidos afirmando envolvimento de políticos no esquema.

“Acho que essa situação vai fazer um estrago político muito grande em Mato Grosso. Se tudo que estão comentando na rua for verídico, vai ser uma catástrofe no Estado. No contexto nacional é uma prática que vinha há muitos anos, todo mundo sabe que a campanha política tem custo, tem gasto, e esse era o modo de conseguir dinheiro. 

Agora a última campanha foi muito boa nesse sentido, curta e barata e tem que aperfeiçoar esse processo para evitar a corrupção no financiamento público de campanha”, disse o peemedebista.

O atual prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), afirmou que as delações são válidas, mas não podem paralisar o processo político e econômico do Estado. “As delações hoje no Brasil estão paralisando tudo. Espero que Mato Grosso não se paralise com denúncias que podem ou não ter fundamento. Elas tem que ser investigadas, mas não podem ter a capacidade de paralisar, porque vai comprometer a economia e a vida de todos nós”.

“Ninguém discorda que nós temos que combater a corrupção, mas temos que fazer isso sabendo que tudo tem que ter um limite. Porque isso cria um processo e depois de algum tempo você acaba sendo inocentado. Fui vítima disso. É preciso ter cautela”, ressaltou Mendes.

Fonte: A Gazeta
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario