Diplomas falsos de Ensino Médio em MT são vendidos em redes sociais

DIPLOMA.jpgUm anúncio numa rede social promete a entrega de diplomas de conclusão do Ensino Médio em até três dias. Segundo o 'vendedor', identificado como Márcio Ferraz, a matrícula é feita numa escola pública que tenha o sistema de Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Depois, informações escolares são atualizada e o certificado de conclusão do ensino médio é gerado, junto com um histórico escolar. Segundo Márcio, os interessados não precisam ir até a escola, porque tudo é feito por um grupo de dentro da escola que age mediante pagamento.

O vendedor de diplomas diz que várias pessoas já entraram em faculdades de Cuiabá, Rondonópolis, Nova Mutum, Diamantino, São José dos Quatro Marcos e Araputanga e que nenhuma instituição desconfia do documento falso. Quem oferece o diploma diz que ele é original e que apenas as informações lançadas são falsas.

Isso caracteriza rime de falsidade ideológica, que tem pena de 6 a 8 anos de prisão. Mas, se ficar comprovado que houve pagamento para servidores públicos, é incluído ainda o crime de corrupção, e a pena pode chegar a 12 anos.

E quem compra o diploma responde pelos mesmos crimes. “Se envolver qualquer cidadão, qualquer secretaria, é só encaminhar para a delegacia fazendária que vamos tomar todas as providências”, disse a delegada Cleibe Aparecida de Paula, da Delegacia Fazendária.

O secretário-adjunto da Secretaria Estadual de Educação, Edinaldo Gomes de Sousa, disse que vai apurar o caso. "Se porventura algum servidor estiver fazendo esse tipo de prática, vai ser investigado, vai ser penalizado, inclusive com a própria exoneração", afirmou.

Fonte: TVCA
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario