Temer diz que baixa popularidade 'abala' mas que será reconhecido 'lá na frente'

O presidente Michel Temer afirmou nesta quinta-feira (22) que o baixo índice de aprovação da sua gestão "abala" mas não o incomoda para governar. Durante café da manhã com jornalistas no Palácio da Alvorada, o presidente disse que "lá na frente haverá reconhecimento" das medidas adotadas pelo governo.

Na última sexta (16), pesquisa Ibope revelou que 13% dos entrevistados avaliaram o governo Temer como ótimo ou bom. Por outro lado, 46% disseram que o governo é ruim ou péssimo. Em outubro, a aprovação do governo era de 14% contra 39% que desaprovavam a gestão.

"Não abro mão da popularidade. Abala, mas não me incomoda para governar. Lá na frente haverá reconhecimento", afirmou o presidente.

"Estou aproveitando essa suposta baixa popularidade para tomar medidas que caso contrário não tomaríamos", concluiu Temer, sem citar quais medidas são essas.

Em setembro do ano passado, durante debate com empresários em São Paulo, Temer, então vice-presidente da República, afirmou que seria "difícil" que a então presidente Dilma Rousseff se mantivesse no cargo com baixos índices de popularidade.

À época, pesquisa do instituto Datafolha apontava que, na ocasião, 8% dos entrevistados aprovavam o governo da petista e 71% reprovavam – 20% consideravam o governo "regular".
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario