Único de MT a votar contra PEC do teto, Ságuas diz que congelamento é o retrato do “golpe”

Único de MT a votar contra PEC do teto, Ságuas diz que congelamento é o retrato do “golpe”O deputado federal Ságuas Moraes (PT) acompanhou nesta terça-feira (13) a votação do segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, no Senado Federal. A medida foi aprovada por 53 x 16 e segue agora para a sanção do presidente Michel Temer. Por meio da assessoria, Ságuas lamentou a vitória do governo, que ele avalia como ilegítimo. “Esse é o retrato do golpe, a ascensão ao poder de um governo sem voto que tem como propósito prejudicar a maioria dos brasileiros e brasileiras”, criticou.

Ságuas foi o único deputado de Mato Grosso a votar contra a PEC 55, que passou na Câmara sob o número de 241. Ele destaca que a pauta do governo é prejudicial ao país. “Logo após o golpe eles aprovaram o PL que entregou o pré-sal para as petroleiras estrangeiras. Depois veio a renegociação da dívida dos Estados com medidas que prejudicam os servidores públicos e agora essa PEC”, elencou.

Ságuas ainda usa dados de pesquisa Datafolha para criticar a proposta de congelamento de gastos para os próximos 20 anos. O levantamento apontou que 60% da população rejeita a medida. A PEC também proíbe aumentos acima da inflação ao salário mínimo e congela demais investimentos do governo federal.

De acordo com o deputado, o governo Temer pratica um ‘austericídio’ que tem agravado ainda mais a recessão econômica que o país atravessa. “Nesse momento de crise, o governo precisava tomar a inciativa de investir e não fazer políticas que agravam ainda mais a recessão e prejudica os trabalhadores. Se o governo não retomar os investimentos para impulsionar o crescimento da economia não será o setor privado que irá investir”, afirmou.

Ságuas conclui destacando que esse governo tem apenas um objetivo: drenar os recursos do povo brasileiro para pagamento dos juros da dívida pública. “Ele [Temer] não quer mexer com o setor financeiro. Por isso ele vai arrochar o povo congelando os investimentos sociais, para garantir o pagamento dos juros dos rentistas que agem no Brasil”, finalizou.


Fonte: Olhar Direto
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario