Servidora picada por cobra morre após 4 dias internada

A servidora pública Marilene Freitas Cervantes, de 62 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (23), após ficar quatro dias internada em decorrência de uma picada de cobra da espécie jararaca, em Sorriso (412 km de Cuiabá).

Marilene estava de férias na cidade, visitando a filha. Ela era zeladora lotada na Secretaria Municipal de Administração de Sinop (500 km da Capital).

Conforme nota divulgada pela Prefeitura de Sinop, a servidora morreu em decorrência de um choque neurológico, hemorragia cerebral difusa, acidente botrópico e hipertensão arterial severa.

A mulher foi picada na quinta-feira (19) no tornozelo ao subir em uma escada, dentro de casa.

Imediatamente ela foi encaminhada para uma Unidade de Pronto-Atendimento da cidade (UPA), porém logo foi transferida para o Hospital Regional de Sorriso, por falta de antiofídico específico.

Conforme a filha, a mãe só recebeu a dosagem do soro quase três horas depois do acidente. No entanto, o normal seria ela receber a dosagem em até no máximo duas horas.

A nota ainda diz que houve mudanças na distribuição do antiofídico nos municípios.

“A produção do soro é feita pelo Governo Federal e a distribuição aos municípios é da Secretaria Estadual de Saúde e, desde o primeiro semestre do ano passado, houve mudanças nessa distribuição aos municípios”. 

Leia a nota da Prefeitura de Sinop na íntegra:

A Prefeitura de Sinop lamenta o falecimento da servidora pública Marilene Freitas Cervantes, 62 anos, nesta segunda-feira (23). A servidora era zeladora lotada na Secretaria Municipal de Administração desde 12/09/ 2009 e estava de férias.

Tão logo foram informados do falecimento da servidora a secretária de Administração, Anna Dias da Costa, e o secretário Municipal de Saúde, Manoelito Rodrigues, entraram em contato com a família para prestar todo o auxílio necessário.

A servidora estava internada no Hospital Regional de Sorriso e após liberação e trâmites legais o corpo será trasladado para Sinop, com auxílio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Marilene deu entrada na UPA 24h em Sinop, na noite da quinta-feira (19), por picada de cobra e recebeu todo o atendimento necessário e possível. Ela foi encaminhada para o Hospital Regional de Sorriso, por falta de soro antiofídico específico. 

A produção do soro é feita pelo Governo Federal e a distribuição aos municípios é feita pela Secretaria Estadual de Saúde e, desde o primeiro semestre do ano passado, houveram mudanças nessa distribuição aos municípios. 

Conforme a declaração de óbito, a servidora faleceu em decorrência de Choque neurogênico, hemorragia cerebral difusa e acidente botrópico e hipertensão arterial severa.

Do Mídia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario