Temer indica Alexandre de Moraes para o STF

O Palácio do Planalto confirmou oficialmente que o presidente Michel Temer indicou o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para a vaga de Teori Zavascki no STF (Supremo Tribunal Federal).
"As sólidas características de Moraes o qualificam para a elevada função", afirmou Alexandre Parola, porta-voz de Temer, Alexandre Parola, em rápido anúncio.
Teori morreu em acidente aéreo no mês passado. Com isso, a relatoria do processo da Lava Jato ficou com o ministro Edson Fachin.
Mais cedo, Moraes havia ele mesmo confirmado, em mensagem de celular flagrada por mais de um fotógrafo, que Temer iria anunciar sua indicação por volta das 19h.
O nome de Moraes, que era considerado descartado na semana passada, cresceu durante o final de semana.
Antes de ser efetivamente conduzido à cadeira, atual ministro da Justiça deverá passar por uma sabatina na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado e terá de ser aprovado no Congresso Nacional.
Moraes passou a manhã reunido com Temer e, em parte do encontro, com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Ele tinha agenda em São Paulo nesta manhã, mas cancelou e voltou na noite de domingo para Brasília, ao ser chamado para uma reunião com o presidente.
Temer teve vários encontros no final de semana para discutir a nomeação do novo ministro do STF.
O presidente havia anunciado que só tomaria uma decisão depois da indicação do novo relator da operação Lava Jato, para mostrar que não iria interferir nas investigações.
Com o sorteio de Edson Fachin para a relatoria na semana passada, Temer decidiu acelerar a indicação.
A resistência a Moraes devia-se ao fato de o ministro ser filiado ao PSDB e ter ligações políticas fortes com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin — possível candidato tucano a presidente em 2018.
Inicialmente, Temer dizia preferir um perfil mais técnico e discreto, semelhante ao de Teori.
Ministro da Justiça
Nos bastidores, fala-se que, com a saída de Moraes, a pasta da Justiça ficará José Levi Mello do Amaral Júnior, atual secretário-executivo do órgão. 
Do R7
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario