Assaltantes são presos após invadirem agência dos Correios e fazerem reféns em Rosário Oeste

Dois assaltantes foram presos após invadirem uma agência dos Correios em Rosário Oeste, município a 133 km de Cuiabá, na manhã desta sexta-feira (28). Segundo informações do comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar no município, major Temístocles Alves de Araújo Junior, durante a tentativa de assalto, a dupla fez quatro funcionários e quatro clientes reféns.

A ação dos assaltantes durou pouco mais de uma hora e eles chegaram a atirar contra os quatro policiais militares que atenderam a ocorrência. Ao se renderem, eles afirmaram que moram em Várzea Grande e resolveram assaltar a agência após perceber a falta de vigilância no local.

“Eles confessaram que estavam vigiando a agência dos Correios desde quinta-feira (27). Eles deram uma olhada, viram que agência não tem vigilante e que os outros policiais da cidade estavam cuidando da vigilância de um menor infrator, por determinação da Justiça”, afirmou o major.

Segundo o major, os policiais militares não revidaram os tiros disparados pelos assaltantes e conseguiram, com a ajuda de dois policiais civis, convencer a dupla a se render. Ninguém ficou ferido na ação.

Falta de policiamento

Segundo o major, o número baixo de efetivo e a recente decisão judicial que determinou vigilância policial 24 horas para um menor infrator mantido em um abrigo do município, porque estaria sofrendo ameaças, contribui para que casos como o do assalto aos Correios aconteçam.

“Tenho oito policiais cuidando de um menor infrator e oito para zelar da cidade. Mas eles trabalham 24 horas e folgam 72 horas. Ou seja, são só dois policiais cuidando da cidade por dia. 

Hoje, precisei pedir autorização da Justiça para tirar dois PMs que estavam zelando pelo menor infrator para auxiliar na ocorrência de assalto”, disse o comandante.

Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

1 comentários :

Anônimo disse...

palhacada mesmo policiais militares invez de esta cuidando do cidadao de bem esta cuidando de menor infrator por determinacao da justica, vai um cidadao de bem la pedir protecao para ve se vai ter, por que a justica nao pede a prisao de quem esta ameacando o menor, fica a pergunta

Postar um comentário

Deixe seu Comentario