Hospital do Idoso vai proporcionar atendimento humanizado e garantir mais vagas nas unidades de saúde de Cuiabá

Estatísticas do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística apontam que a cada ano o Brasil se consolida como um país de idosos.  Até 2030, a previsão é que a população brasileira será uma das mais velhas do planeta, com 19% de pessoas acima de 60 anos. Mas, o que nossos governantes têm feito diante desse rápido crescimento, principalmente na área de saúde?

O que se percebe é o desrespeito com a pessoa na terceira idade, tanto no atendimento quanto na internação de quem depende do SUS – Sistema Único de Saúde.  Diante deste triste cenário de abandono, o vereador Toninho de Souza, tem defendido e buscado apoio para a criação do Hospital do Idoso em Cuiabá. Além daqueles que moram na Capital, a unidade vai atender também idosos do interior do Estado, que buscam tratamento em Cuiabá.

Essa proposta veio de encontro com o anseio da aposentada Iracema de Arruda Silva, 59 anos. Ela que é moradora do Novo Terceiro e não possui plano de saúde particular. “Estou esperançosa, esse hospital será fundamental para o bem-estar de quem hoje está na velhice”. Dona Iracema ressaltou ainda que desde que passou a ficar em casa, após aposentadoria, começou a sofrer de depressão, e tem encontrado ajuda para superar esta doença silenciosa no Grupo de Idosos do Coophamil, onde desenvolve atividade física, dança e conta ainda com serviços como por exemplo, aferição de pressão e medição de glicose. “Com a criação desse hospital nos teremos mais tranquilidade na hora da doença, pois sabemos que estaremos amparados com mais dignidade”, observou. 

Toninho de Souza, defensor da pessoa na Melhor Idade na Câmara dos Vereadores, disse que a instalação do Hospital do Idoso será viável assim que o Governo do Estado regularizar o repasse ao Município no valor de R$ 900 mil mensal.  “Já conversei com o governador Pedro Taques que sinalizou colocar em dias esse repasse, e também, já sentei com o prefeito Emanuel Pinheiro, que concordou com nossa proposta, e já nos antecipou que o Município vai entrar com contrapartida em torno de R$ 500 mil”, afirmou Toninho. O parlamentar afirmou que o hospital ainda não tem lugar definido para ser instalado, mas existe uma conversação para que a unidade de saúde possa funcionar no prédio do antigo Hospital e Maternidade  Bom Jesus, no bairro Santa Izabel. 

A secretária de Saúde de Cuiabá, Elizeth Lúcia de Araújo, elogiou a proposta da criação do Hospital do Idoso, que segundo ela, sobrará vagas para atender o restante da população que precisa de internação nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s), policlínicas e Pronto Socorro de Cuiabá. “Reconhecemos que hoje nessas unidades não existe atendimento adequado para receber pacientes na velhice. O Pronto Socorro por exemplo, é ideal para atender traumas e urgências, e devido à grande demanda, a nossa equipe de técnicos e enfermeiros não conseguem dar a devida  atenção e cuidados aos pacientes idosos”, disse Elizeth. 

Para suprir essa demanda nas unidades de internação do SUS na Capital, o vereador Toninho de Souza, é autor do projeto de lei que cria o cargo de “Cuidador de Idoso”, que acompanhará de perto o quadro clínico do paciente acima de 60 anos e avisar aos médicos e enfermeiros. “Infelizmente, os profissionais da rede pública de saúde, por cuidarem de muitos pacientes, acabam não conseguindo atender a demanda e com a criação desse cargo, vai ajudar muito no tratamento dos idosos”, finalizou Toninho.

Fonte: Assessoria
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario