Lazer "morrendo" aos poucos... Praia das embaúbas esquecida pelo prefeito

O prefeito de Rosário Oeste, João Balbino, entrará para a história do municipio como o gestor que contribuiu para o enfraquecimento do festival de praia das embaúbas.

O festival de praia tem mais de 30 anos de história, foi iniciado na década de 80, precisamente em 1985, pelo então proprietário do local, o Sr. Judino Loureiro, com apoio da prefeitura através do prefeito Joemil Araújo, que ajudou abrindo a estrada. Garota verão, campeonato de vôlei, competição de motocross e muitos outras atrações marcaram a história da praia das embaúbas.

Atualmente o local está sujo, nem sequer parece que já foi palco de grandiosos eventos, muito mato e a areia branca foi levada pelas enchentes. Mesmo com as dificuldades, uma parte da população se encontra aos finais de semana na praia para festejar e se refrescar, pois as altas temperaturas chegam a marcar 42ºc. 

Uma das principais promessas do atual gestor era fortalecer a cultura e lazer do municipio, mas a promessa parece ter sido "levada ao vento". Pautado em dificuldade financeira, o gestor se absteve de realizar o festival em 2018, e nem sequer pelo menos enviou maquinarios para realizar a limpeza na praia, para que turistas encontrem o local limpo.

De acordo com Mauro Loureiro, filho do proprietário do local, nos informou que a princípio eles iriam realizar o festival de forma particular e contariam com apoio da prefeitura, estava tudo certo, mas na semana de iniciar os serviços, foram informados que a prefeitura não poderia estar colaborando, então decidiram cancelar o festival, mas deixou bem explicado em oficio enviado para a prefeitura que a atual gestão poderia realizar limpeza ou até mesmo fazer o festival por conta própia, pois ele entende que o local é túristico.

Mauro ainda ressaltou que o espaço sempre esteve e estará aberto para o público em geral. E ano que vem vamos sim realizar o festival por conta própia, finalizou Maurinho, como popularmente é conhecido na cidade.

Entramos em contato com o presidente da fundação de cultura e turismo de Rosário Oeste, Uller Roma, e relatou a nossa equipe que a dificuldade financeira acabou influenciando para a não realização do festival pela prefeitura.

Tentamos contato com a secretaria de obras através do telefone fixo para saber o motivo pelo qual não foi realizado a limpeza, mas não fomos atendidos.

Conversamos com Marco Araújo, o único vereador que é declarado oposição a atual gestão, e disse que é lamentável que a prefeitura não forneça lazer para a população, mas que dinheiro para publicidade em carro de som e outras estruturas desnecessárias sempre tem. O prefeito sempre virando as costas para a população, exemplo disso é o lazer e até mesmo a saúde, olha só a situação do hospital, ele sempre dificulta as coisas, desabafou o vereador.

Veja oque o prefeito já disse sobre o festival em 2015:

            

Por André Godoy - Da Redação
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario