Mulher flagra pastor tentando estuprar amiga e é espancada

Uma interna do Centro de Recuperação Feminino – Lar Cristão acusa o pastor do local de tê-la espancado após flagrar uma tentativa de estupro contra outra mulher, nesta terça-feira (30), no Bairro CPA III, em Cuiabá.


De acordo com o boletim de ocorrência elaborado pela Polícia Militar, o caso ocorreu por volta das 17h. A vítima alega ter caído em uma emboscada e agredida pelo pastor “Emerson” e pela esposa dele, identificada apenas como “Jucélia”.


Segundo ela, o fato ocorreu porque, no dia anterior, ela havia flagrado o suspeito tentando estuprar outra interna dentro de uma das salas. O BO relata que a vítima flagrou o homem com as calças abaixadas após a amiga ter gritado por socorro.


Após o fato, a vítima contou que estava assistindo ao culto que acontecia no lar, por volta das 7h40, quando a esposa do pastor a chamou para ir até o escritório.


Ao chegar no cômodo, ela conta ter sido espancada pelo pastor com socos e puxões de cabelo e que o homem inclusive tentou enforcá-la e, com uma faca, tentou matá-la, só parando após a esposa contê-lo.


Em seguida, o casal a segurou, tapou a sua boca e tentou colocá-la dentro de um carro, mas ela conseguiu fugir e pedir por ajuda.


A Polícia Militar foi acionada. No entanto, ao chegar no centro de recuperação, não encontrou os suspeitos.


Os policiais conversaram com a interna que sofreu a tentativa de estupro e a mesma contou que essa não era a primeira vez que era assediada pelo suspeito.


Segundo ela,  o pastor já a chamou para ir ao motel várias vezes, sempre procura lhe abraçar e já havia lhe dado beijos na boca.


Ela disse que relatou o assédio para a psicóloga da unidade, que a orientou a andar sempre com outra interna. No dia do crime, ela estava acompanhada da colega que acionou a PM quando o homem pediu para ela que ela fosse até o escritório, onde tentou estuprá-la.


O caso foi registrado na Central de Flagrantes e ainda deve ser investigado pela Polícia Civil.


Midia News
Share on Google Plus

Assuntos Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu Comentario